Ceclin
fev 11, 2020 0 Comentário


Em março, sairá Edital de concurso do IBGE para mais de 200 mil vagas ao Censo 2020

ibgeFB

Previsão anterior era que edital seria publicado ainda em fevereiro. IBGE lançará processo seletivo para vagas de agente censitário e recenseador.

Por G1

Aguardado desde o ano passado, o edital do concurso público do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para mais de 200 mil vagas pelo País só deverá ser publicado no início de março, segundo nova previsão oficial divulgada nesta terça-feira (11/02) pelo órgão. A previsão anterior era que o edital seria publicado ainda em fevereiro.

Anunciado em maio de 2019, o processo seletivo irá contratar trabalhadores temporários para trabalhar no Censo Demográfico 2020 para os cargos de recenseador e agente censitário.

Segundo informou o IBGE, o Cebraspe (Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos) foi definido como a banca organizadora do concurso e a assinatura do contrato deve ser feita ainda nessa semana, o que deverá garantir a publicação do edital logo no início de março. Portaria publicada em maio pelo governo federal autorizou o IBGE a contratar até 234.416 trabalhadores temporários para trabalhar no Censo Demográfico 2020. Somadas as posições autorizadas a serem preenchidas nos cargos de agente censitário e recenseador, o número de vagas do concurso número pode chegar a até 225.678.

Vagas previstas pela portaria publicada em maio de 2019: 

– Agente Censitário Municipal: 6.100
– Agente Censitário Supervisor: 23.578
– Recenseador: 196.000

Cargos para nível fundamental e médio

Detalhes sobre o número exato de vagas para cargo e remuneração só serão conhecidos com a publicação do edital. Historicamente, os candidatos a recenseador precisam ter nível fundamental. Já para agente censitário costuma ser exigido nível médio de escolaridade.
Para os cargos de coordenador censitário subárea e agente censitário operacional, cujo processo seletivo já está na fase final, o número de vagas abertas (2.658) ficou um pouco abaixo do limite autorizado pelo governo (3.210).

O edital lançado em setembro abriu 1.343 vagas para coordenador censitário subárea (nível superior) e 1.315 vagas para agente censitário operacional (nível médio), distribuídas pelas 27 unidades da Federação. Os salários foram fixados em R$ 3.100 para coordenador e de R$ 1.700 para agente.

No Censo 2010, 191.972 vagas foram abertas para recenseador, atraindo mais de 1 milhão de inscritos. Outras 33.012 vagas foram abertas para agente censitário administrativo, agente censitário de informática, agente censitário municipal, agente censitário regional e agente censitário supervisor.