Ceclin
mar 24, 2017 0 Comentário


Em Gravatá, MPPE abre mais dois inquéritos contra o ex-prefeito Ozano Brito

ozano_merendeira_5-300x225

O ex-prefeito de Gravatá, Ozano Brito Valença (PSB), está sendo alvo de mais um inquérito no Ministério Público de Pernambuco (MPPE). O promotor Dr. João Alves de Araújo converteu um procedimento ministerial existente contra o gestor e que está relacionado a Processo que tramita no Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE/PE) que o responsabiliza pelo descumprimento dos limites constitucionais relativos ao REPASSE DO DUODÉCIMO da Câmara Municipal de Vereadores, assim como o limite de despesas com funcionários da Prefeitura, que na época alcançou o percentual de 63,42% em relação à Receita Corrente Liquida do município.

O MPPE também está investigando outras falhas e irregularidades observadas na prestação de contas de Ozano Brito, todas relacionadas em Auditoria Especial (AE) realizada pelo TC. Ozano Brito também está sendo investigado pela AUSÊNCIA DE REPASSES INTEGRAL ao RPPS das contribuições dos segurados e da contribuição PATRONAL.

Pernambuco Noticias