Ceclin
abr 15, 2015 0 Comentário


Em Caruaru, inscrição do Minha Casa, Minha Vida gera confusão

IMG_0145O cadastro do Programa Minha Casa, Minha Vida que teve início na manhã nesta quarta (15) em Caruaru, provocou revolta, muitas reclamações e bate-boca pela população que compareceu à sede da Casa da Participação Social. A informação dos próprios populares, é de que muitos já estavam na fila de espera desde a tarde desta terça para conseguir pegar uma ficha.

A fila formada foi quilométrica, em torno do quarteirão, com idosos, deficientes e criança de colo, como relata Lenira Maria da Silva, que é deficiente física. “Estou desde ontem na fila e me disseram que eu teria preferencial, até agora não vi nem a cor da senha. E ainda estão dizendo que estamos aqui porque queremos. Um absurdo isso”, disse.

Devido ao tumulto e a quantidade de pessoas que ainda estão na fila, a guarda municipal e a polícia estão no local. Segundo a secretaria de Assistência Social, Marta Melo, nada pode ser feito para evitar o aglomerado de pessoas. “O cadastro foi amplamente divulgado na mídia. Mas ressaltamos que teria início hoje e duraria até o último cidadão comparecer. Nós explicamos a população que não tinha necessidade disso porque nossa equipe não ia dar conta de atender essa multidão. As fichas estão sendo distribuídas e teremos tempo suficiente para realizar o cadastro da segunda etapa do programa.  Sendo assim, não há necessidade das pessoas pernoitarem na fila. Por dia, 100 fichas serão distribuídas. O número de inscrição não é garantia de que a pessoa será beneficiada. Todos os cadastros serão analisados pela Caixa Econômica Federal, de acordo com os critérios estabelecidos.  “, explicou Marta.

De acordo ela, tem pessoas que chegam ao local sem a documentação necessária exigida pelo Ministério das Cidades, só para garantirem uma vaga e terem acesso à ficha. Marta lembrou ainda, que as casas serão sorteadas publicamente e por isso não há porque ter filas gigantescas para o procedimento.

 

Blog do Mario Flavio.