Ceclin
mar 17, 2017 0 Comentário


Em Carpina, operação da Polícia Civil desarticula esquema de lavagem de dinheiro

28ec0265281402a674610c8776070bc5

Foto: TV/Jornal.

Pelo menos três empresas participavam do esquema criminoso, que também envolvia fraudes em licitação e utilização de laranjas.

A Operação Comunheiro da Polícia Civil foi deflagrada na madrugada desta sexta-feira (17) com objetivo de desarticular uma quadrilha de lavagem de dinheiro e crime contra o erário público em cidades de Pernambuco, com atuação especial em Carpina, na Zona da Mata Norte. Pelo menos três empresas dos ramos de alimentação, material de expediente e limpeza estariam envolvidos no esquema.

Durante a ação do grupo criminoso, pelo menos R$ 13 milhões foram desviados dos cofres públicos. O juiz de Direito da 1º Vara Criminal da Comarca de Carpina determinou o bloqueio de contas bancárias dos suspeitos. A Polícia Civil cumpriu dois mandados de prisão preventiva em Carpina e mais um no Aeroporto Internacional dos Guararapes, no Recife. Além desses, outros sete mandados de busca e apreensão domiciliar e dois de condução coercitiva foram cumpridos. Todos os envolvidos já estão na sede do Grupo de Operações Especiais (GOE), no Cordeiro.

Fraudes

De acordo com o Delegado Luiz Andrey, a operação teve início a partir de uma auditoria do Tribunal de Contas do Estado, que verificou irregularidades em licitação. As empresas envolvidas tinham sócios ocultos e laranjas usados para fraudar os processos licitatórios.

Radio Jornal