Ceclin
out 02, 2008 9 Comentários


Elias Lira dá voz ao povo em seu comício e assegura que seu governo dará oportunidades para todos

Seguindo o modelo adotado onde são mostrados no telão a situação atual dos bairros e as condições de vida da população da Vitória, o comício de Elias Lira e Henrique Filho realizado no Lídia Queiroz ontem (quarta-feira,1), utilizou o espaço para “desmascarar” Eduardo Campos, mostrando um outro discurso dele, onde suas opiniões sobre a política da Vitória da Santo Antão são bem diferentes do que ele havia dito no sábado em palanque do PSB. Outro que também caiu em contradição foi o candidato a vice-prefeito Edvaldo Bione, dando declarações nada agradáveis em um outro momento sobre a administração da Vitória. Os mesmos discursos estão circulando pelas ruas.

Contradições à parte, raramente em campanha política se dá oportunidade para o principal interessado: o povo. Ontem, porém, foi bem diferente. Uma dezena de moradores do Lídia Queiroz falaram abertamente sobre a situação da cidade e sobre a gestão atual. A iniciativa é uma demonstração do Governo Participativo que Elias Lira e Henrique Filho pretendem implantar na cidade, com a participação de todos os segmentos sociais e dando oportunidade para todos, segundo confirmação do site do candidato (http://www.eliaslira25.can.br/).

Elias Lira em seu discurso se mostrou solidário com o funcionalismo público municipal e assumiu o compromisso de que eles continuarão com seus contratos com a Prefeitura. “Deixe de humilhar os contratados, porque eles não são empregados de prefeito, mas sim funcionários do povo”, disse Elias Lira indignado com as obrigações impostas aos contratados segundo o site.

“É preciso respeitar o povo de Vitória, preciso dos contratados, eles são trabalhadores e continuarão na Prefeitura”, reiterou Elias Lira.

por Luci@no Santos.

Leia a matéria sobre a posição do autor neste Link: http://avozdavitoria.blogspot.com/2008/07/posio-dos-editores-deste-blog.html