• Ceclin
ago 07, 2019 0 Comentário


Educação de Pernambuco avança e resultados superam mais uma vez a média do País

Governador Paulo Câmara foi acompanhado de vários secretários estaduais, deputados estaduais e prefeitos. Fotos: Hélia Scheppa/SEI-Divulgação

Governador Paulo Câmara foi acompanhado de vários secretários estaduais, deputados estaduais e prefeitos. Fotos: Hélia Scheppa/SEI-Divulgação

Solenidade comandada pelo governador Paulo Câmara premiou municípios, escolas e Gerências Regionais que alcançaram os melhores índices da educação básica estadual de acordo com o IDEPE

Pernambuco avança na conquista de importantes resultados na área da Educação. Mais uma demonstração desses avanços ficou registrada nesta quarta-feira (07.08), durante a premiação dos gestores, professores e estudantes da rede pública que mais se destacaram no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica de Pernambuco (IDEPE) no ano de 2018. Superando a pontuação média de 4,5 de 2017, os novos dados revelaram crescimento nos indicadores, que na média geral subiu para 4,7, superando novamente o índice nacional, que é de 3,5.

A solenidade, no Palácio do Campo das Princesas, foi comandada pelo governador Paulo Câmara (PSB), acompanhado de vários secretários estaduais, deputados estaduais e prefeitos. “Esse prêmio busca reconhecer um trabalho feito por muitas mãos, que tem dado a Pernambuco a oportunidade de melhorar na educação de maneira consistente. O Estado vem melhorando a cada medição, desde 2007. É o único no País que vem alcançando esse nível”, comemorou o governador, destacando o avanço dos municípios pernambucanos na área, de um ano para o outro.

Na esfera municipal, o prêmio reconheceu as três escolas que mais se destacaram nos anos iniciais e nos anos finais do ensino fundamental. Já as instituições da rede estadual foram certificadas em termos de maior evolução e maior IDEPE nos anos finais do ensino fundamental e no ensino médio. As escolas estaduais que atuam em parcerias também receberam reconhecimento nos anos finais do ensino fundamental e ensino médio. As Gerências Regionais de Educação (GREs), por sua vez, foram agraciadas por maior evolução e melhor IDEPE.

“Pernambuco é o único Estado do Brasil que tem avançado todos os anos, aumentando os seus indicadores. Esse caminho que vem sendo construído é um trabalho de milhares de pessoas. Os municípios entenderam que, com planejamento, com trabalho e com um bom acompanhamento, temos resultados. E essa empolgação faz toda a diferença aqui no Estado, mesmo diante de todos os desafios”, explicou o secretário de Educação e Esportes, Fred Amâncio.

“Conseguimos mais uma vez alcançar o primeiro lugar no Estado de Pernambuco, e isso é fruto de um trabalho realizado com muita seriedade, com muito amor e com muita responsabilidade e compromisso. É preciso registrar também o cuidado especial do secretário Fred Amâncio e da sua equipe, além do cuidado do governador, que a cada dia nos surpreende trazendo bons projetos para melhorar a educação”, afirmou a pentacampeã na categoria de melhor resultado entre as GREs do Estado, a gestora da região do Vale do Capibaribe, Edjane Ribeiro.

Governador Paulo Camara entrega o Premio IDEPE88

IDEPE – Os resultados do indicador estadual são calculados com base no Sistema de Avaliação da Educação Básica de Pernambuco (SAEPE), que mede anualmente o grau de domínio dos estudantes nas habilidades e competências consideradas essenciais em cada período de escolaridade avaliado. Realizado anualmente, o ranking utiliza os mesmos critérios de avaliação aplicados no cálculo do índice nacional (IDEB): proficiência dos estudantes do ensino fundamental (anos iniciais e finais) e do ensino médio e fluxo escolar.

Segue a lista dos primeiros colocados em cada categoria.

1º LUGAR DE TODAS AS CATEGORIAS:

Anos Iniciais do Ensino Fundamental (Escolas municipais) – IDEPE

·          Escola Municipal Jose Benício Filho (Panelas) – 8,74

Anos Finais do Ensino Fundamental (Escolas municipais) – IDEPE

·         Escola Milton Pessoa (Triunfo) – 8,05

Anos Iniciais do Ensino Fundamental (Rede municipal) – CRESCIMENTO NO IDEPE

·         Palmeirina – 29,85%

Anos Finais do Ensino Fundamental (Rede municipal) – CRESCIMENTO NO IDEPE

·         Lagoa do Carro – 47,66%

Anos Iniciais do Ensino Fundamental (Rede municipal) – IDEPE

·         Panelas – 7,75

Anos Finais do Ensino Fundamental (Rede municipal) – IDEPE

·         Panelas – 6,76

Anos Finais do Ensino Fundamental (Rede estadual) – CRESCIMENTO NO IDEPE

·         Escola Tobias Barreto (Catende) – 51,9%

Ensino Médio (Rede estadual) – IDEPE

·         Escola Cel. Valeriano Eugenio de Melo (Olinda) – 76,5%

Anos Finais do Ensino Fundamental (Escolas estaduais em parceria) – IDEPE

·         Escola de Aplicação do Recife – UPE (Recife) – 8,34

Ensino Médio (Escolas estaduais em parceria) – IDEPE

·         Escola de Aplicação do Recife – UPE (Recife) – 7,40

Anos Finais do Ensino Fundamental (Rede estadual) – IDEPE

·         Escola Dário Gomes de Lima (Flores) – 7,20

·         Escola Tomé Francisco da Silva (Quixaba) – 7,20

Ensino Médio (Rede estadual) – IDEPE

·         Escola de Referência em Ensino Médio Cônego Olímpio Torres (Tuparetama) – 7,90

Ensino Médio (Gerências regionais de educação) – CRESCIMENTO NO IDEPE

·         Metropolitana Norte – 7,9%

Ensino Médio (Gerências regionais de educação) – IDEPE

·          Vale do Capibaribe – 5,49

 

Confira a lista completa dos premiados: 

Escolas Municipais anos iniciais – Ensino Fundamental  

1° lugar – Escola José Benicio Filho, em Panelas: nota 8,74;

2° lugar – Escola Municipal Benjamim Ribeiro, em Orobó: nota 8,59;

3° lugar – Escola Municipal Joaquim Nabuco, em Panelas: nota 8,46.

Escolas Municipais anos finais -Ensino Fundamental   

1° lugar – Escola Municipal Milton Pessoa, em Triunfo: nota 8,05;

2° lugar – Escola Municipal Antonio Medeiros, Serra Talhada: nota 7,77;

3° lugar – Grupo Escolar Barra Azul, em Bonito: nota 7,58.

Escolas Estaduais anos finais – Ensino Fundamental 

1° lugar – Escola Tome Francisco Silva, em Quixabá: nota 7,20;

1° lugar (empate): Escola Dário Gomes Lima, em Flores: nota 7,20;

3° lugar – Escola Iracema Moura de Morais, em Ibimirim: nota 6,92.

Escolas Estaduais – Ensino Médio

1° lugar – Erem Cônego Olímpio Torres, em Tuparetama: nota 7,90;

2° lugar – escola estadual Júlia Gomes Araújo, em Tacaratu: nota 7,58;

3° lugar – Erem Carlos Soares Silva, em Salgadinho: nota 7,33.

Escolas estaduais em parceria – ensino médio

Escola de Aplicação do Recife – UPE, Recife – 7,40

Escola de Aplicação Prof.ª Ivonita Alves Guerra – UPE – 6,74

Escola de Aplicação Prof.ª Vande de Souza Ferreira, Petrolina – 6,23

Confira a lista dos maiores crescimentos:

Municípios nos anos iniciais do ensino fundamental

1º lugar – Palmerina: 29,85%

2º lugar – Panelas: 29,39%

3º lugar – Inajá: 24,99%

Municípios nos anos finais do ensino fundamental

1º lugar – Lagoa do Carro: 47,66%

2º lugar – Barra de Guabiraba: 47,36%

3º lugar – Machados: 42,94%

Rede estadual nos anos finais do ensino fundamental

1º lugar – Escola Tobias Barreto, Catende: 51,9%

2º lugar – Escola Antônio Padilha, Petrolina: 39,6%

3º lugar – Escola Pastor Amaro de Sena, Abreu e Lima: 37,8%

Rede estadual – ensino médio

1º lugar – Escola Coronel Valeriano Eugenio de Melo, Olinda: 76,5%

2º lugar – Escola Estadual Joaquim Alves de Freitas, Iguaraci: 66,5%

3º lugar – Escola de Referência em Ensino Médio Albertina da Costa Soares, Ipojuca: 53,5%