Ceclin
set 11, 2010 11 Comentários


Eduardo repudia ato agressivo em comício


Após realizar uma caminhada pelas ruas do Centro da Vitória de Santo Antão o governador Eduardo Campos candidato a reeleição pelo PSB realizou um comício na Praça Leão Coroado.

Presentes no palanque além do governador, os candidatos as duas vagas no Senado Armando Monteiro Neto (PTB) e Humberto Costa (PT), também estavam presentes os deputados Henrique Queiroz (PR), Aglailson Júnior (PSB) e o candidato a deputado estadual Edvaldo Bione (PHS).

Durante a evolução do evento quando o locutor mencionava o nome dos candidatos Henrique Queiroz e Aglailson Júnior as torcidas dos candidatos tentavam cada uma gritar mais alto que a outra, a ponto de duas vizinhas porém de grupos rivais irem as vias de fato no meio da multidão, se atracando pelos cabelos [fato ocorrido durante o discurso de Humberto Costa], provocando a intervenção da Casa Militar que faziam a segurança do evento.

Iniciando seu discurso, Eduardo Campos repudiou a agressão e pediu respeito (mais uma vez), o pedido já havia sido feito em tempo anterior quando a “Confraria Amigos de Fé” hostilizou o Gestor Municipal que estava no palanque no ato de entrega das casas para as vítimas da enchente.

“Precisamos respeitar nossos adversários, o tempo de rinhas políticas já passou o que combatemos são ideias e não pessoas”, replicou o governador.

Voltando ao tema de seu discurso o governador prestou conta de seus trabalhos e apresentou suas novas metas para o Estado afirmando que política se faz com união e trabalho.

Finalizando, Eduardo Campos lembrou aos eleitores que a partir dessa eleição será obrigatório a apresentação de um documento de identidade oficial junto com o Título de Eleitor na hora da votação e que o eleitor esse ano votará em dois senadores.

Por Orlando Leite.