Ceclin
mar 04, 2011 4 Comentários


É frevo meu bem!

Segundo a wikipedia*, FREVO é um ritmo ” surgido na cidade do Recife no fim do século XIX, o frevo caracteriza-se pelo ritmo extremamente acelerado. Muito executado durante o carnaval, eram comuns conflitos entre blocos de frevo, em que capoeiristas saíam à frente dos seus blocos para intimidar blocos rivais e proteger seu estandarte.

Pode-se afirmar que o frevo é uma criação de compositores de música ligeira, feita para o carnaval. Os músicos pensavam em dar ao povo mais animação nos folguedos. No decorrer do tempo, a música ganhou características próprias acompanhadas por um bailado inconfundível de passos soltos e acrobáticos.”

E classifica o frevo em 3 tipos: Frevo-de-rua , Frevo-canção e Frevo-de-bloco.
Mas já há uma nova “classe frevística”, o Frevo-de-Palco com 2 grandes representantes Maestro Spock e Orquestra Popular da Bomba do Hemetério, que dão novas roupagens aos frevos clássicos e trazem novas composições destacando o virtuosismo dos músicos, aplaudidos de pé nos grandes festivais de Jazz do mundo.
Além da dança, frenética…”a embriaguês do frevo, que entra na cabeça depois toma o corpo e acaba no pé” e que também encantou e encanta o mundo como em 2006 quando os alunos da Escola Municipal de Frevo Maestro Fernando Borges, da Prefeitura do Recife, foram premiados com a segunda colocação do concurso mundial de dança Youth America Grand Prix. E todas suas cores nas sombrinhas, roupas e adereços, numa bailar de brilho, saltos e suor.
Em 2007 o frevo completou 100 anos e passou a ser considerardo pelo Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional (IPHAN) um Patrimônio Imaterial Brasileiro, ou seja, um patrimônio sem edificações, um patrimônio vivo…. “as práticas e formas de ver e pensar o mundo, as cerimônias, danças, músicas, lendas e contos, histórias, brincadeiras com objetos, instrumentos e lugares a eles associados”.



BOM CARNAVAL A TODOS e A TODAS!


Lissandro Nascimento e Equipe.