• Ceclin
dez 09, 2019 0 Comentário


É bom preparar o bolso: fim de ano será de gasolina mais cara

Gasolina 2Os donos de postos de gasolina avisam: é bom os consumidores prepararem o bolso, pois o fim de ano será de gasolina mais cara. Apenas nesta semana, o litro do combustível aumentou R$ 0,30, saltando de R$ 4,299 para R$ 4,599 na maior parte dos estabelecimentos do Distrito Federal.

Não por acaso, os especialistas já estão prevendo inflação de quase 1% em dezembro. A gasolina se juntará à carne de boi no clube de vilões que estão destruindo o poder de compra dos brasileiros. Gasolina e carnes têm forte peso no cálculo do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Segundo o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis e de Lubrificantes do Distrito Federal (Sindicombustíveis-DF), Paulo Tavares, além dos reajustes anunciados pela Petrobras nas refinarias, o etanol anidro, que é adicionado à gasolina, apontou aumento de mais de R$ 0,30 nesta semana.

Portanto, explica ele, não restou alternativa aos donos de postos se não repassar os reajustes para as bombas. “Mesmo com todo o aumento, a margem de lucro dos postos está, em média, em 7%, quando o aceitável pelo Ministério Público é de até 16%”, afirma.

13º dos frentistas

Há, ainda, outro fator para a disparada dos preços da gasolina: os donos de postos tiveram que reforçar o caixa para o pagamento do 13º dos frentistas. Outros aumentos nos preços dos combustíveis podem vir, avisa Tavares. “Se o dólar continuar subindo e o petróleo no exterior também aumentar, haverá novos repasses aos consumidores”, frisa.

Ou seja, reforça o presidente do Sindicombustíveis-DF, “não haverá para onde correr”. Que o diga o contador Célio de Souza, 37 anos. “Está muito complicado abastecer o carro. Desde o início do mês, vi uma arrancada forte nos preços da gasolina. Achei que fosse um movimento passageiro, mas, pelo visto, não é”, ressalta.

Para o motorista de aplicativos Paulo Soares, 32, a alta dos preços da gasolina vem em péssima hora. Ele esperava ter um ganho extra neste mês de dezembro, quando o número de corridas cresce por causa das festas de fim de ano. Contudo, parte desses ganhos será engolida pelo reajuste da gasolina”, diz.

Por Correio Braziliense