Ceclin
jul 18, 2017 0 Comentário


Durante tentativa de transferência, Urso Bruno morre no Recife após infecção respiratória

Urso Bruno morreu após 14 anos lutando contra um processo crônico de desnutrição. Foto: Divulgação

Urso Bruno que seria transferido para um Zoo do Piauí, morreu após 14 anos lutando contra um processo crônico de desnutrição. Foto: Divulgação

Abandonado por um circo em 2004, o Urso Bruno morreu no Zoológico de Dois Irmãos, na Zona Norte do Recife, após um processo crônico de desnutrição e uma infecção respiratória. O urso foi recolhido pelo IBAMA na época. O órgão constatou que ele sofria maus tratos e estava muito abaixo do peso.

Antes de ir para Vitória de Santo Antão, na Mata Sul, onde ficou até sexta-feira (14/7), o Urso Bruno havia passado por um período de quarentena no zoológico da capital pernambucana, ainda em 2004. A morte ocorreu na segunda-feira (17) e foi divulgada nesta terça (18).
Não se sabe a idade exata do urso-pardo, mas os veterinários avaliaram que ele tinha mais de 20 anos. Em 2004, ele foi abandonado por um circo na cidade de Iguarací, no Sertão de Pernambuco. Desnutrido, com apenas 40% do peso normal, ele começou a receber tratamento adequado após uma ordem judicial.

Em setembro de 2012, o então Zoológico Melo Verçosa de Vitória de Santo Antão, que tinha 104 animais, foi fechado por determinação do Ministério Público. Ele foi inaugurado em 1950 e nesses mais de 60 anos, nunca recebeu licença ambiental para funcionar. À época, Bruno pesava quase 300 quilos. A jaula dele foi considerada pequena pelo Ibama, que também reclamou do tamanho do tanque, usado pelo bicho para se refrescar.

Em nota, a administração do Zoológico de Dois Irmãos afirmou que, na unidade, o animal recebeu os cuidados da equipe técnica de biólogos, veterinários e zootecnistas, que administraram antibióticos, anti-inflamatórios, analgésicos e suplementos vitamínicos para melhora do quadro. Um exame de necropsia será feito, para o diagnóstico da causa da morte.