• Ceclin
dez 01, 2015 0 Comentário


Dois homens são presos acusados de praticar crime ambiental na Zona da Mata

19a49274a401c54dbcddf706cf242babAs investigações vão prosseguir para identificar se existem outras pessoas envolvidas na ação criminosa

 

Dois homens foram presos acusados de cometer crime ambiental  no município de Jaqueira, na Zona da Mata de Pernambuco. Os suspeitos, identificados como Moacir Lourenço de Sales, 30 anos, e Cosme de Melo Vieira, 38, foram capturados  na segunda-feira (30), enquanto realizavam a retirada ilegal de areia  no leito do Rio Pirangi, uma área de preservação ambiental e de assentamento do Instituo Nacional de Colonização Reforma Agrária (Incra).

De acordo com a Polícia Federal, que registrou a ocorrência, as prisões ocorreram após denúncias sobre a atividade criminosa. No local,  os agentes da Companhia Independente de Policiamento do Meio Ambiente (Cipoma) encontraram uma draga em plena atividade retirando areia.

Os homens foram presos em flagrante por não possuírem licença do Departamento Nacional de Produto Mineral para a extração da areia naquele local. Um menor de idade também foi apreendido. Eles foram autuados pela prática contida no artigo 2º § 1º da Lei 8.176/91 (explorar, transportar ou trazer consigo matéria-prima pertencentes à União, sem autorização legal, com pena de 1 a 6 anos de detenção e multa). Moacir e Cosme foram conduzidos ao Centro de Triagem de Abreu e Lima (Cotel), onde ficarão à disposição da Justiça. Já o adolescente fo iencaminhado à Gerência de Proteção à Criança e ao Adolescente (GPCA).

As investigações vão prosseguir para identificar se existem outras pessoas envolvidas na ação criminosa, informou a Polícia Federal. Além disso, também será realizada  uma perícia ambiental para avaliar os danos causados ao meio ambiente, como erosão e desmatamento da vegetação.

Jornal do Commercio