Ceclin
set 02, 2015 0 Comentário


DNIT assume responsabilidade pela antiga BR 232, em Vitória

Edmo no DNITVereador da Vitória de Santo Antão, o Professor Edmo Neves (PMN) foi recebido pelo superintendente estadual do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Cacildo Cavalcante, durante essa terça-feira (1º) na sede da instituição em Recife. O encontro, marcado pelo vereador, foi para discutir melhorias para a Avenida Henrique de Holanda, antigo trecho da rodovia BR-232.

A via de 10,7 quilômetros não chegou a ser duplicada há década atrás. Tem início na altura do Posto Santa Cristina e segue até as proximidades do Engarrafamento Pitú, quando foi denominada de Avenida Áurea Ferrer. Seu término compreende até a parte duplicada da BR 232, sentido Agreste.

Cacildo Cavalcante explicou que existe um termo de cooperação entre o Estado de Pernambuco e a União, que transfere a responsabilidade do trecho da BR 232, compreendido entre o KM 4,2 e 129,9 para o Departamento de Estradas de Rodagens (DER/PE) até o ano de 2027. Mas reconheceu que as vias que foram isoladas pela duplicação não passaram, contratualmente, para o DER.

Acompanhado do advogado Arthur Neves, presidente do diretório do PTB de Vitória, o vereador levou um Dossiê com 34 fotos recentes da estrada, bem como mais de 50 notícias extraídas de Blogs da região com relação à situação precária da rodovia. “O encontro foi bom. O novo superintendente se mostrou um gestor atencioso e disponível para o diálogo. Entretanto, a escassez de recursos públicos parece ser um grande obstáculo para pensarmos em ações de maior porte”, entendeu Edmo.

“Estou recebendo do Vereador o ofício e irei encaminhar de imediato uma equipe técnica para elaboração de um termo de referência, contendo estudo de viabilidade e necessidade de melhorias e reformas na via”, disse Cavalcante. “Entre o processo de inventário, termo de referência e licitação, temos ao menos três meses para iniciar algum reparo. Acreditamos que em Dezembro poderemos estar executando alguma melhoria no trecho”, conclui o superintendente. Questionado sobre a manutenção das luminárias da Avenida Henrique de Holanda, ele afirmou que a iluminação é de responsabilidade do Município.

“Desde o início do nosso mandato, já aprovamos 10 requerimentos solicitando a recuperação da Henrique de Holanda. Todos foram entregues ao superintendente do DNIT. Já provocamos também o DER, que muito atenciosamente nos informou que não tinha competência para recuperação da avenida. Vamos continuar acompanhando para que em dezembro de fato já possamos ver alguma melhoria para os vitorienses”, comemorou o Professor Edmo.

com informações da Assessoria