Ceclin
set 27, 2009 2 Comentários


Dia Mundial do Turismo: elogio à diversidade

Publicado em 27.09.2009

por Jeanine Pires

O Dia Mundial do Turismo, comemorado hoje, tem como tema este ano “Celebrando a diversidade”. A Organização Mundial do Turismo (OMT) tem sido sempre bastante inspirada ao escolher o que celebrar, e este ano foi especialmente feliz.
Pode-se dizer que a diversidade é o que primeiro impulsiona o ser humano a viajar – buscar conhecer o outro. As pessoas buscam novas paisagens e culturas, querem experimentar os sabores das gastronomias diversas da sua, são curiosas por religiões e formas de viver diferentes. Este grande mosaico que forma nosso mundo é que permitiu, em grande medida, que a indústria do turismo se desenvolvesse a ponto de se tornar uma grande força econômica no setor de serviços.
Esta expansão do turismo global se deu com o avanço do processo de globalização, que diminuiu distâncias e quebrou barreiras de deslocamento, com o avanço tecnológico nas comunicações e nos transportes. Mas é importante lembrar que estar mais perto, no mundo globalizado, tem que significar mais colaboração, trocas e entendimento entre os países e regiões.
Essa aproximação não pode significar a diluição ou desaparecimento da grande diversidade e riqueza cultural existente. O turismo pode colaborar muito para acentuar, promover e incentivar esses aspectos, na medida em que continue a enfrentar o grande desafio de desenvolver os destinos de forma sustentável do ponto de vista ambiental, econômico, social e cultural.
Preservar a diversidade pode significar para o nosso setor garantir a fonte de recursos que faz do turismo uma grande indústria. Para um País como o Brasil, esse tema tem múltiplos sentidos. Primeiro, porque toda a nossa promoção busca justamente mostrar ao mundo as várias faces do nosso País – de uma natureza rica e exuberante, de grande diversidade cultural, étnica e religiosa, de florestas e centros tecnológicos, de cidades que são centros de negócios do mundo e praias intocadas, de Aleijadinho e Niemeyer.
Fazer dessa grande diversidade um atrativo para viajantes de todo o mundo significa, na maioria das vezes, colaborar para dar alternativas econômicas para locais que muitas vezes só teriam saída com a depredação da natureza e para diminuir as desigualdades regionais. E o Nordeste, com sua cultura ímpar, sua música, gastronomia, festas populares, artesanato e paisagens naturais variadas, tem um patrimônio incrível, que sistematiza toda a extraordinária diversidade que o Brasil oferece para o mundo.
O Brasil hoje tem, mais do que nunca, orgulho de sua diversidade – de seu povo multirracial, de sua cultura rica, de sua indústria diversificada, de suas relações ampliadas com os demais países, do caminho escolhido para o seu desenvolvimento. É com esta diversidade que estamos escrevendo nossa própria história – na forma de comunicação com o mundo e de promover nosso turismo.


por Jeanine Pires,
é presidente da Embratur.