• Ceclin
dez 24, 2015 0 Comentário


DESGOVERNO, por Valdemiro Cruz

teta brasileiraPor Valdemiro Cruz

Após 12 meses de gestão presidencial, todos os brasileiros amargam uma situação absoluta de DESGOVERNO.

O incrível disso tudo é que muitos comemoram o caos que contribuíram para instalar em todos os segmentos do País como uma vitória, heroica, patriótica, digna de celebração.

O resultado das urnas apresentou claramente a vontade da maioria, no primeiro e no segundo turnos, mas, o inconformismo dos derrotados de sempre foi exacerbado ao extremo levado pelo ressentimento e o desejo de tomar o poder ou, no mínimo, impedir a administração natural de um governo legitimamente constituído.

Capitaneados por uma mídia tendenciosa, golpista e financiada por interesses escusos alimentam diariamente o País com acusações irresponsáveis, falsas notícias e mesmo quando os fatos são verdadeiros, agravam e comprometem tendenciosamente para formar uma opinião pública contrariada e inconformada, agressiva e sem critério de percepção da verdade.

Desde a grande rede de comunicação até o mais irrelevante noticiarista de uma emissora qualquer, primam em investir no sensacionalismo barato e covarde da acusação e da divulgação maciça de fatos e opiniões que só prejudicam diretamente o País.

Nesse quadro, tanto forçaram que hoje comemoram com ares de vitoriosos o calamitoso desemprego, a inflação de dois dígitos e o rebaixamento da nota do risco de investimentos.

Fato é que nenhum governo resistiria a uma pressão tão desleal  e aniquiladora.

Embora todas as normas constitucionais estejam em vigor, todas as acusações estejam sendo investigadas e os indiciados sendo responsabilizados, presos, e muitos já sentenciados, o inconformismo recrudesce e aumenta a ansiedade pelo poder, pelo domínio, pelo golpe.

Ora, nada diferente disso, qualquer governo democrático poderia fazer além de investigar e punir.

Ao final, se efetivamente provado pelas investigações que avançam, até o governante maior seria preso e o comando do Brasil entregue a quem de direito constitucionalmente.

Mas, jogar o Nação no caos e descredibilidade interna e externa, por pura demagogia e interesse no ‘poder pelo poder’ está nos causando uma catástrofe cujas consequências todos sentirão.

Pior é saber que esses irresponsáveis agem em surdina, espalham o ódio e o desespero ao povo, acusando e querendo derrubar um mandato legal, sem apresentar alguém com dignidade e reconhecimento público de esperança e credibilidade. Sem apresentar um líder.

Agindo escudado em blocos de oportunistas disfarçados de adversários políticos o principal derrotado nas últimas eleições, não desce do palanque, aproveitando todas as chances de tumultuar o País, sem escrúpulos, embora sob acusações e suspeitas tão graves ou maiores no seu período de governador de Minas Gerais.

Esse cenário e essa prática dantesca implicam em mais dano ao momento brasileiro que a própria corrupção que está sendo duramente investigada e combatida, enquanto a enxurrada de notícias plantadas, suspeitando de empresas, pessoas e famílias, são nutridas e abastecidas irresponsavelmente a cada momento.

O pior de tudo é que o povo, sofrendo pelas consequências dessa prática antipatriótica e imbecil, começa a querer julgar precipitadamente, induzido por opiniões de falsos analistas e no rastro da opinião de formadores de opinião a serviço dessa corja.

Ao longo da história, todo governo que assumiu via golpes, guerras e subterfúgios não representam a vontade legítima do povo e trará apenas insegurança e sofrimento. Isso é que causa DESGOVERNO.

É hora de refletir e agir.

Valdemiro_Cruz

 

Por Valdemiro Cruz, colunista do Blog