Ceclin
fev 10, 2016 0 Comentário


Desfile dos Monges em Folia mostra força no carnaval de rua da Vitória de Santo Antão

Monges 2016 - A Voz da Vitória

por Lissandro Nascimento

 

A Troça Carnavalesca Companhia dos Monges em Folia regado a muito frevo pela Orquestra Temperada, regida pelo Maestro Márcio Carneiro, de Chã Grande, animou a noite do sábado de Zé Pereira contagiando jovens e adultos foliões que cumpriram a saída britanicamente às 21h32, estimulando o ressurgimento do carnaval de rua em Vitória de Santo Antão, sendo que nesta edição 2016 mostraram força com todas as camisas da agremiação vendidas.

Antes de tomarem as ruas da Vitória a exemplo dos últimos 18 anos, os Monges fizeram seu cortejo de abertura saindo com tochas iluminando a Rua Imperial até a chegada ao pátio da Igreja do Rosário, quando lá homenagearam o carnavalesco e desportista Joel Cândido Carneiro Neto, que detém uma folha de serviços prestados ao engrandecimento do carnaval vitoriense ao longo de décadas. Na oportunidade, a troça dedicou seu desfile ao saudoso Clube Vassouras O Camelo, pelo qual Joel Neto deu sua importante contribuição. Atualmente, os Monges em Folia é uma das melhores e mais bem organizadas agremiações de Vitória. O presidente Eliel Pereira dos Santos, o Léo dos Monges, junto com sua diretoria conduziram as homenagens, liberando aos que compraram as camisas, a distribuição, durante o percurso, de cerveja, whisky e Pitú Cola, servidos por garçons.

 

alegorias dos Monges

 

O tema deste ano foi “O Barril”, quando contou com a “Alegoria Brasil”, produzido pelo legorista e artista plástico vitoriense, Gilsemar Cavalcanti do Nascimento – “Semar”. O artista é responsável há mais de 20 anos pela confecção de grande parte dos estandartes dos clubes, blocos e troças que animam o carnaval vitoriense, sendo também responsável pelo boneco e demais peças carnavalescas que integram o desfile da troça.

O Barril, tratado nesta edição pelos Monges em Folia, lembra do Tanoeiro, quando de seu trabalho artesanal em um recipiente cilíndrico, surgido na mesopotâmia muitos séculos antes de Cristo, o qual poderia conservar grandes essências de sabores como vinhos, maltes, cachaças, cervejas, especiarias e até moedas. “Devido aos mistérios e contos, o Barril produz essências que ao longo dos anos nos transmite sabores inigualáveis. Assim é o Carnaval!”, motivou a lembrança temática dos integrantes neste ano. Assim é feito O Barril dos Monges em Folia, de sabores, essências, especiarias dos melhores teores que nossa terra pode produzir e conservar.

 

CONHEÇA HISTÓRIA DA TROÇA AQUI    

 

Confira todas as imagens da Troça no site Coberturafest.com.br. Fotos: Geisimar GPL / A Voz da Vitória / Cobertura Fest

Confira todas as imagens da Troça no site Coberturafest.com.br. Fotos: Geisimar GPL / A Voz da Vitória / Cobertura Fest