• Ceclin
out 29, 2011 0 Comentário


Desemprego é maior entre jovens

Agência Estado

Os índices do acesso ao emprego estão em constante crescimento no Estado. A cada estatística lançada, mais gente ingressa no mercado formal. Boa parte são jovens entre 16 e 29 anos, que enfrentam uma realidade bastante particular. Para se ter ideia, em 2010, o rendimento médio por hora de serviço do grupo ficou 67,3% abaixo se comparado ao de um trabalhador comum. A taxa de desemprego deles ficou em 27,5%, enquanto em toda a Região Metropolitana fechou em 16,2%.

Os números foram divulgados esta semana através do Anuário do Sistema Público de Emprego, Trabalho e Renda, do Departamento Intersindical de Estudos Sócio-Econômicos (Dieese). Foi a terceira edição lançada até hoje e diz respeito aos números de 2009 e 2010. Por causa da mudança do perfil do emprego em todo o País, da clara necessidade de capacitação dos jovens para enfrentar o novo momento econômico, a instituição decidiu lançar, além dos 5 livretos tradicionais, mais um voltado apenas para a juventude.

De acordo com a coordenadora do Dieese no Recife, Jackeline Natal, o conjunto de informações permitirá que os gestores tanto dos setores públicos quanto dos privados possam conhecer a realidade desse público e se tomar as estatísticas como base para criação de políticas de qualificação e acesso ao mercado formal.

Ela aponta, por exemplo, que a taxa de desemprego do grupo ficou em 29,1% para os negros e 23,5% para os não negros no ano passado. Na série histórica, que compila dados desde 2005, esses números nunca chegaram perto de se igualar.

“Isso nos mostra claramente que precisamos de políticas de acesso mais agressivas, como as cotas, por exemplo. Não só para as universidades, mas também para programas de qualificação, por exemplo”, defende.

Os gestores que tiverem interesse em adquirir o material podem entrar em contato, nos próximos dias, com o Dieese (www.dieese.com.br). O órgão já mandou rodar mais cópias dos box com os sete livretos para que mais municípios tenham acesso.