• Ceclin
ago 27, 2010 5 Comentários


Degradação urbana é pauta na Câmara de Vitória

“Vitória está lenta, Elias Lira está preguiçoso e fazendo ouvido de mercador. Se Elias está cego, cirurgia de catarata”, detona o Vereador Pedro Queiroz.

Foi realizada na terça feira (25), mais uma Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores da Vitória de Santo Antão, tendo em vista que a Reunião da semana não ocorreu por falta de quórum.

Nesta, estiveram presentes os vereadores: Presidente Mano Holanda (PMDB), Edmilson Zacarias (Novo da Banca, PSB), Sylvio Gouveia (PSB), Everaldo Arruda (PSDB), Pedro Queiroz (PPS), Manoel do Oiteiro (PSB), Dr. Saulo (PSB), André de Bau (PMN).
As ausências ficaram por conta dos vereadores Geraldo Enfermeiro (PSB), José Frazão (PR) e do vereador Irmão Duda (PSDC).

O vereador Everaldo Arruda fez a leitura da Ata da Sessão anterior que foi aprovada. Em seguida foi lido o expediente do dia, entre os principais assuntos da pauta estavam Requerimentos do Poder Executivo, bem como doações de terrenos a empresas que ainda vão ser apreciados pelos vereadores.

Após a leitura do expediente, iniciou-se os pronunciamentos dos oradores inscritos, o primeiro a ocupar a Tribuna foi o vereador Pedro Queiroz. Falou de um evento ocorrido há poucos dias, no qual foi nomeado Superintendente da Polícia Rodoviária Federal, evento esse que ele foi convidado, mas não pode comparecer por motivos superiores. Porém, relatou que estiveram presentes ao evento o Prefeito da Vitória Elias Alves de Lira. Aproveitou para solicitar por Requerimento que fosse enviado ao Superintendente os seus mais vivos votos de pleno êxito das funções por ele assumidas.

Pedro Queiroz aproveitou para abordar um tema que já foi tratado por vários parlamentares, quanto a questão do recapeamento do pavimento rodoviário da Vitória. O parlamentar ressaltou que o mesmo foi construído por ele quando prefeito acerca de 18 anos atrás, citando que após isso nenhum tipo de melhoria foi feita pelos gestores municipais que ocuparam o cargo de prefeito.
“A função de um Vereador é criticar e fiscalizar, não passar a mão na cabeça de ninguém. Não é de meu perfil fazer isso para quem quer que seja”, diz o vereador Pedro Queiroz.

Cobra ainda a instalação do semáforo na entrada da Centro de Abastecimento – CEAVI, entrada esta que fica defronte ao Hospital João Murilo de Oliveira. Ressaltou os inúmeros acidentes ocorridos naquela área, relembrando do semáforo que foi instalado na subida da Morepe, requerimento feito pelo vereador Everaldo Arruda. Em seguida, comentou sobre a evolução no trânsito que ocorreu naquela localidade após a instalação do equipamento.

Queiroz falou sobre as construções irregulares que estão sendo feitas ao lado do muro da COMPESA de Vitória. Frisou quanto ao acidente ocorrido na área devido às fortes chuvas que caíram na cidade, alertado por inúmeros avisos feitos por ele, inclusive em plenário, sobre o fato.
Considera que a obra deveria ser embargada pela Prefeitura, não interessando quem doou os terrenos.

O segundo a ocupar a tribuna foi o Presidente Mano Holanda, que em uma breve fala apresentou um Requerimento de Votos de Pesar pela morte do Taxista Ernandes, que cometeu suicídio, se jogando do viaduto que dá acesso a cidade de Gravatá, sendo também subscrito pelo vereador Pedro Queiroz através de um “aparte”.

Em um segundo Requerimento, o vereador Mano Holanda solicitou que fosse enviado Votos de Aplauso a Diretora, Professores e estudantes da Escola Municipal CAIC Diogo de Braga, do Bairro de Águas Branca, pela evolução alcançada no IDEB, o qual avaliou a qualidade de ensino das escolas brasileiras. Mano salientou que a avaliação da Escola era de 1,7 e agora é de 3,3.

Em seguida foi a vez de Novo da Banca, falando da reivindicação dos moradores do Bairro de Caiçara, apresentando Requerimento atendendo a solicitação dos moradores daquela localidade que desejam a construção por parte da Prefeitura, de passarelas que liguem as comunidades de Caiçara “1”, “2”, “3” ao Bairro do Maués devido ao grande número de veículos naquela localidade e aos acidentes sempre ocorridos na área, o vereador finaliza dizendo esperar que esse Requerimento não se torne apenas mais um de tantos já encaminhados e não atendidos.

O vereador Dr. Saulo foi o último parlamentar a ocupar a Tribuna do Plenário Juarez Cândido Carneiro. Em seu pronunciamento, o vereador abordou o mesmo tema discutido por Pedro Queiroz, sobre o recapeamento da cidade, afirmando que a Secretaria de Obras está uma vergonha. “Vitória está esburacada”, diz o vereador.

Citou quanto a ampliação que está sendo realizada no Instituto Histórico da Vitória, aproveitando a oportunidade para através de Requerimento Verbal solicitar votos de aplauso ao administrador da entidade, Prof. Pedro Ferrer.
Pedro Queiroz comentou ainda sobre o texto publicado no Blog A VOZ DA VITÓRIA – “Vitrine do Caos”, que expunha a situação caótica do Centro da Vitória de Santo Antão. Logo, não havendo nenhum orador inscrito, o vereador Mano Holanda encerrou a Sessão convocando outra para a próxima terça-feira.


por Everton Alambergue,
enviado especial à Câmara.