• Ceclin
mai 10, 2017 0 Comentário


Curso de Serviço Social da FAINTVISA promove aula prática no GAPES

Atividade prática extensionista aconteceu na Organização Não-Governamental (ONG) Grupo de Apoio a Pessoas em Situação de Vulnerabilidade Social (GAPES), em Vitória

A ONG GAPES funciona em sua nova sede na Rua São Vicente - nº 16 da Quadra 46, no Mário Bezerra, em Vitória. Fotos: AVV / Imagem

A ONG GAPES funciona na Rua São Vicente – nº 16 da Quadra 46, no Mário Bezerra, em Vitória. Fotos: AVV / Imagem

Na tarde de ontem, 9 de maio, os alunos do 5º período do curso de Serviço Social das Faculdades Integradas da Vitória de Santo Antão (FAINTVISA) participaram de uma atividade prática de extensão na Organização Não Governamental (ONG) Grupo de Apoio a Pessoas em Situação de Vulnerabilidade Social (GAPES), localizada no bairro Loteamento Mário Bezerra, em Vitória de Santo Antão.

Juntamente com o coordenador do curso de Serviço Social, Professor Gildo Ribeiro, dezesseis estudantes da FAINTVISA realizaram dinâmicas com cerca de 30 pessoas que moram na comunidade e se dispuseram a participar da atividade. A ação durou cerca de três horas e levou cultura e conhecimento para os moradores presentes na organização social que atua desde 2013 nas áreas de educação, cultura e esporte para jovens e idosos em situação de risco e abandono.

“Tivemos uma aproximação com a comunidade do Mário Bezerra, que é populosa e vulnerável. Levamos os alunos para perceber a importância de ações solidárias e, para isso, levamos a geladeira cultural. Uma carcaça de geladeira adaptada para colocar livros, tendo a sua gestão feita de forma autônoma”, explica o coordenador Gildo Ribeiro. A atividade proporcionou aos estudantes uma experiência significativa, num contato direto com a realidade. “Os alunos visualizam algumas questões teóricas, em sala de aula, mas são em momentos como este quando eles têm um contato direto com a realidade que o resultado é bem maior”, diz o professor. O intuito é visitar a ONG mais vezes e proporcionar esta aproximação com os alunos do curso de Serviço Social da FAINTVISA que fica no Bairro Cajá.

GELADEIRA CULTURAL - Projeto foi idealizado pelo olindense Sérgio Santos, que é técnico em microscopia eletrônica. A ideia é transformar um eletroeletrônico inutilizado em minibiblioteca, levando-a para associações de moradores ou pontos comerciais de comunidades carentes.

da Assessoria