Ceclin
out 27, 2009 0 Comentário


Currículo de coordenador surpreende

Rômulo Alcoforado

Prestes a completar 50 anos de fundação, o Vera Cruz Futebol Clube, de Vitória de Santo Antão, se vê envolvido numa situação um tanto obscura. Isso porque existe a possibilidade de o novo coordenador técnico do clube ser Tassiano Gadelha, ex-presidente do Internacional, de João Pessoa (PB). Até aí tudo certo. Nenhum problema. A dificuldade aparece quando se observa o “currículo” do cartola. Ao invés de títulos ou boas campanhas, Gadelha traz contra si na bagagem algumas reclamações na Justiça.

As acusações que ele sofre são relativas ao período em que dirigiu o time paraibano. Os jogadores do clube dizem que o presidente foi inadimplente em diversas ocasiões. Além disso, outra reclamação recorrente é de que ele teria passado cheques sem fundos para os atletas. Mas o mais grave se refere à denúncia de desvio de dinheiro do programa Gol de Placa, do governo paraibano, que distribuiu R$ 100 mil a todos os clubes que disputaram o Campeonato Estadual.

O presidente do Vera Cruz, Fernando José, desconhecia essa situação. “Eu não sabia de nada disso. Mas se forem fatos mesmo, a contratação será descartada”, disse, antes de completar: “Acredito que futebol só se faz com transparência e seriedade, se não for assim, não funciona”. Apesar disso, ele garante que as negociações não estão avançadas. “Ele me procurou, e nós vamos nos encontrar amanhã (hoje), no shopping, para conversar. Mas tudo ainda é especulação. Para você ver como estão as coisas, eu não tenho nem o número de telefone dele”, afirmou.
(Folha de Pernambuco).