Ceclin
jul 01, 2008 1 Comentário


Crime ambiental rende multa de R$ 120 milhões a usineiros de PE

O Ministério do Meio Ambiente anunciou nesta terça-feira (1º) a aplicação de uma multa de mais de R$ 120 milhões a 24 usinas de cana-de-açúcar de Pernambuco por crime ambiental. As usinas, segundo o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), operam sem licença ambiental.
A multa é resultado da Operação “Engenho Verde”, realizada pelo Ibama no Estado. Segundo o órgão informou ao G1, todo o plantio de cana-de-açúcar no Estado de Pernambuco está localizado em área de Mata Atlântica, ocupado 368 mil hectares.

Degradação
A sanção foi anunciada nesta terça-feira (01) pelo ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, e pelo presidente do Ibama, Roberto Messias Franco.
Segundo o instituto, as usinas são obrigadas a fazer o licenciamento ambiental para que a quantidade de degradação causada pela produção de álcool e açúcar possa ser medida. Assim, a área a ser usada pelas usinas pode ser revista e algumas áreas da Mata Atlântica no Estado podem ser recuperadas.
Os donos dos engenhos responderão a ação civil pública para reparação dos danos ambientais. Segundo o Ibama, a degradação da Mata Atlântica pernambucana é superior à média nacional. Restam 2,7% da cobertura de florestas em Pernambuco, enquanto no Brasil a média de conservação é de 8%. (Portal G1)