• Ceclin
set 10, 2008 0 Comentário


Credtodos é ampliado para 48 municípios

O Governo do Estado, por meio da Pernambuco Participações e Investimentos S/A (Perpart), está ampliando o número de municípios atendidos pelo Credtodos (programa de microcrédito), de 28 para 48 cidades. A iniciativa, uma parceria com o Banco do Nordeste (BNB), oferece financiamentos para pequenos comerciantes, inclusive àqueles que desempenham atividades informais, como ambulantes. Os empréstimos variam de R$ 100 a R$ 10 mil, podendo ser pagos em até seis vezes. Os juros são de R$ 1,95%, mais a taxa de abertura de crédito.
O financiamento é oferecido por promotores de crédito, de porta em porta. Mas os interessados podem ligar para o 3184-5054 ou 3184-5055. De acordo com o presidente da Perpart, Sebastião Pereira Lima Filho, para retirar o crédito basta apresentar CPF, identidade e comprovação do estabelecimento (se tiver). “Os promotores visitam os pequenos empresários, formam um grupo de no mínimo três interessados, para um tipo de aval solidário. A partir daí, a documentação é levada ao banco para análise e liberação do dinheiro, num prazo aproximado de dez dias”, detalhou, explicando que, após a primeira retirada e a quitação da mesma, o comerciante pode obter até outros 30 empréstimos.

O BNB disponibilizou R$ 114 milhões para Pernambuco e a intenção é atingir, até o fim de 2009, 100 municípios. A contrapartida do Governo foi de R$ 450 mil para a manutenção do programa. Do início do ano até o mês de julho, já foram emprestados cerca de R$ 35 milhões, favorecendo 41 mil pessoas, segundo o presidente da Perpart. “É uma oportunidade para que os pequenos empresários possam gerenciar melhor os negócios, estimulando também o desenvolvimento econômico de Pernambuco”, ressaltou.
O Credtodos também dá oportunidade para estudantes da rede estadual, que atuam como promotores. No Recife, por exemplo, o atendimento será feito por cinco jovens. Hoje e amanhã, em Caruaru e na Capital, respectivamente, acontece a seleção de novos promotores, já indicados pela Secretaria de Educação. Eles receberão bolsa de R$ 200 e auxílio-transporte. (Folha de Pernambuco).