Ceclin
jul 21, 2020 0 Comentário


Corte por falta de pagamento da tarifa de energia é liberado a partir de agosto pela Aneel, exceto para baixa renda

Em Pernambuco, a Celpe é a responsável pelo fornecimento de energia – Foto: Divulgação/Celpe

O fornecimento será mantido até o fim do ano para as famílias quem estiverem no programa Tarifa Social

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou que as distribuidoras, no caso da Celpe, em Pernambuco, podem voltar a cortar a energia de consumidores que deixarem de pagar suas contas a partir do dia 01 de agosto. A exceção será para famílias de baixa renda, que estão inseridos na Tarifa Social. Quem estiver inserido no programa, terá o fornecimento mantido até o fim de 2020, mesmo se não conseguirem pagar as faturas.

Ainda de acordo com a Aneel, as empresas precisam avisar aos consumidores sobre a retomada dos cortes de fornecimento de energia. Uma lei aprovada pelo Congresso Nacional e sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro proíbe o desligamento de serviços públicos nas sexta-feiras, sábados, domingos, feriados e no dia anterior ao feriado. O atendimento telefônico e físico também retornam no dia 01 de agosto.

Tarifa de energia em Pernambuco
A tarifa social da Celpe (Companhia Energética de Pernambuco), que durante a pandemia do novo coronavírus chegou a beneficiar até 100% da conta de energia de pessoas de baixa renda, teve as regras alteradas. A vigência da MP foi prorrogada, mas a isenção não fora incluída.