Ceclin
abr 12, 2013 56 Comentários


Contratados da prefeitura de Vitória denunciam susposto atraso de salários

atualizado às 18h45

Servidores contratados pela Prefeitura de Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata de Pernambuco, estão reclamando de um suposto atraso de salários por parte do orgão. Um servidor que não quis se identificar, procurou o Diário de Pernambuco para reclamar da priorização dada pelo gestor Elias Lira (PSD) aos concursados no pagamento dos salários. De acordo com o denunciante, os trabalhadores contratados não recebem os pagamentos á quatro meses.

“O prefeito só está pagando os concursados. Fazem quatro meses que os contratados não recebem. Não são só os concursados que possuem responsabilidade e famílias para sustentar. Na próxima segunda-feira (15) iremos nos reunir para reivindicar nosso direitos”, afirmou. De acordo com o servidor, “nenhum sindicato está organizando o movimento e a iniciativa foram dos próprios servidores contratados insatisfeitos com a situação”.

Já o secretário de comunicação da Prefeitura, Djalma Andrade,afirma que a denúncia é leviana. “Não existe isso. A lei de responsabilidade fiscal obriga os gestores a zerar os contratados na troca de gestão realizado de um ano para o outro. Todos os contratados que não eram concursados, foram afastados em novembro do ano passado”.

Devido aos gastos da campanha eleitoral, que foi um pouco extrapolado, o prefeito foi obrigado a afastar esses funcionários para não iniciar a nova gestão como ficha suja”, disse. Ainda de acordo com o secretário, o órgão está finalizando o processo de contratados. “Começamos a contratar novos funcionários em março e ainda estamos finalizando essas contratações. Não temos como atrasar os salários em quatro meses se ainda nem finalizamos o processo”, pontuou.

A Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal da Vitória de Santo Antão, procurou no final da tarde desta sexta-feira (12), a redação do Portal A Voz da Vitória para esclarecer a declaração dada nos meios de comunicação, conforme esclarecido também no Diário de Pernambuco, onde foi feita a denúncia. Saiba mais na descrição abaixo.

Prefeitura da Vitória diz que não há funcionários comissionados ou contratados trabalhando sem vínculo formal.