Ceclin
abr 10, 2008 2 Comentários


Conselho Tutelar apela por condições de trabalho

Os cinco Conselheiros Tutelares do Município da Vitória de Sto. Antão detém uma demanda de trabalho extensa, pois devem salvaguardar os direitos individuais da criança e do adolescente, procurando fornecer o suporte cabível junto aos órgãos judiciários, bem como firmar parcerias procurando proporcionar o bem-estar deste público. Porém, apesar de estarem instalados no Prédio Marke Plaza, no mesmo corredor do Ministério Público, no bairro da Matriz, ainda carecem de estrutura para desenvolver a contento suas responsabilidades.
Segundo Joselito Elias, um dos conselheiros tutelares, não há um veículo que possa estar disponível para efetivar as deligências externas, procurar apurar as denúncias a fim de encaminhar aos órgãos que caberiam intervir nestes casos. “Apesar das críticas da ‘Imprensa Marrom’ da nossa cidade, o Conselho Tutelar está caminhando nas ruas literalmente a pé, inclusive pela madrugada, fazendo cumprir suas atribuições”, denuncia ele.
Alega que o Conselho trabalha no limite de sua capacidade, pois segundo estes, a estrutura ainda é insuficiente para a grande demanda que lhes chega diariamente. Consideram que a aquisição de um carro seria fundamental para garantir esses trabalhos externos. “Se faz necessário que as autoridades deste Município dêem as mãos em prol deste órgão tão desprovido”, apela Joselito.
Para quem quiser ajudar e contactar segue endereço e fones: Rua Joaquim Nabuco, 351 – Matriz. 0800 281 2110 ou (81) 3523.1425.

Reportagem: Lissandro Nascimento.