• Ceclin
jun 20, 2017 0 Comentário


Conselho Tutelar acusa secretária da Prefeitura de Vitória de usar viagem oficial para lazer

Comdica Vitória no RS

Participantes do 8º Seminário de Acolhimento Institucional Brasileiro no Rio Grande do Sul. Foto: Reprodução / Facebook

O Conselho Tutelar da Vitória de Santo Antão, na Mata Sul do Estado, lançou ontem (19/06) uma Nota Pública assinada por Tamires Maior,
Danielle Vitor, Maria Betânia e Irmã Zezinha, as quais denunciam que a titular da Secretaria Municipal de Ação Social da Prefeitura de Vitória, Zandramar Ruiz, se utilizou de verbas públicas para uma viagem oficial, junto com sua filha, a fim de fazer turismo no Rio Grande do Sul.

O evento se trata do 8º Seminário de Acolhimento Institucional Brasileiro, que foi sediado na capital do Rio Grande do Sul, pelo qual reuniu conselheiros tutelares de todo o País. Segundo a nota, o órgão havia solicitado oficialmente e em tempo hábil junto a Secretaria de Ação Social, pasta responsável por Lei a dar suporte financeiro ao Conselho, contudo ao invés de enviar um representante da entidade, Zandramar Ruiz, segundo acusam, se negou assegurar a participação de membros do Conselho Tutelar, porém optou em designar 05 (cinco) representantes do Município, sendo 02 (dois) da referida Secretaria, onde uma delas, seria a própria Secretária de Ação Social, e mais 03 (três) membros do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (COMDICA).

“Para prestarmos um bom serviço a população, é necessário e imprescindível que os Conselheiros sejam capacitados, formados e ensinados a lidar com diversas situações de violações de Direitos. Essas formações deveriam ser oferecidas ou proporcionadas pela Secretaria de Ação Social, pois toda necessidade financeira do órgão, está vinculada a ela. Apesar de inúmeras vezes este órgão do Conselho Tutelar ter requisitado providências neste sentido, a Secretaria sempre se nega, com alegações de não existir verbas disponíveis para tal fim”, transcreve a nota.

No esforço para enviar um representante, o Conselho Tutelar fez uma campanha junto ao comércio e vereadores para garantir participação no evento nacional. Viajou a conselheira Daniele Vitor. Em nota, ela relata que o evento teve uma carga horária total de 25h, sendo cumprida por quase todos os representantes de Vitória, no entanto, acusou Zandramar Ruiz  acompanhada da sua filha de terem se ausentado do evento. “Ela (a gestora) passava no Seminário basicamente para assinar as atas, saindo logo em seguida, não tendo participado efetivamente do evento, tendo como testemunha a Conselheira Tutelar Daniele Vitor e os outros representantes do Município que estiveram presentes em TODAS AS PALESTRAS”, atestou a publicação.

Para as conselheiras, a pasta tirou a oportunidade de algum técnico do sistema de garantia de direitos ter participado efetivamente dessa formação. “Diante de todo exposto, pedimos apoio e colaboração do Chefe do Poder Executivo para que possa ser dado ao CONSELHO TUTELAR um olhar especial, pois o nosso principal objetivo é trabalharmos em paz, harmonia, união e parceria com toda rede de proteção à crianças e adolescentes, com competência e profissionalismo”, finaliza a nota.

Com a palavra, aguardamos a Prefeitura de Vitória…