• Ceclin
mar 30, 2019 0 Comentário


Confira como foi a sessão da sexta-feira (29) na Câmara de Vitória

Tribuna com vereador Edmilson de Várzea Grande

Pela primeira vez, o presidente da Câmara Romero Queralvares abriu a sessão

Por Lissandro Nascimento

A Câmara de Vereadores da Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata pernambucana, se reuniu para sua sétima sessão ordinária na sexta-feira (29/03). Por unanimidade, os vereadores aprovaram a Ata da sessão anterior, dia 22 de março, confirmando mais uma vez a presença de um parlamentar ausente, bem como a Mesa Diretora permitiu que esse “vereador Gasparzinho” assinasse o livro de presença sem se quer ter pisado, em nenhum momento, no Plenário da Casa Diogo de Braga naquela ocasião.

O Legislativo vitoriense aprovou por unanimidade o Projeto de Lei (PL) nº 14/19 que dispõe sobre o “Programa de Orientação e de Prevenção de Acidentes Domésticos com Crianças”. A proposta visa envolver as unidades básicas de Saúde, escolas e demais espaços de convivência comunitária existentes em Vitória, em que são atendidas gestantes e crianças, a fim de desenvolver campanhas de conscientização. A proposta é de autoria do vereador Edmilson de Várzea Grande (MDB).

A Casa Diogo de Braga também aprovou a Licença de afastamento do Líder da Oposição André de Bau (PSD), que fará viagem internacional com a família no período entre 06 a 20 de abril.

Tramitam nas Comissões da Câmara dois projetos de Lei. O PL nº 16/19 que estabelece a criação de ações para o atendimento integral às vítimas de violência sexual, de autoria do vereador Edmilson de Várzea Grande. Já o PL nº 15/19 trata da proibição de utilização de fogos de artifícios que emitam barulho em algumas ocasiões no âmbito municipal. André de Bau e Jota Domingos (PTC) são os autores da proposição, os quais solicitaram a Mesa a realização de uma Audiência Pública a fim de discutir a proposta.

Pela primeira vez, o presidente da Câmara Romero Queralvares (PSB) abriu a sessão deste dia 29 de março. Queralvares abriu a reunião às 10h20 e manteve-se no comando precisamente 09 minutos e 43 segundos apenas, sob a supervisão do Secretário de Governo da Prefeitura local Lívio Amorim. Logo, o presidente passou a condução dos trabalhos para seu vice, Celso Bezerra (PSDB). Contudo, Romero abandonou o Plenário às 11h15.

Câmara de Vereadores de Vitória 2019

Estiveram ausentes nesta sessão o Líder do Governo Geraldo Filho (sem partido) e o vereador Duda de Pacas (PSDC). A vereadora Sílvia Moura (PSB) também deixou o Plenário antes das votações às 11h25. Enquanto o Secretário da Mesa Novo da Banca (sem partido) pediu para se retirar às 11h30.

Quem acabou mais uma vez dando exemplos de dispersão foi o vereador Danda da Feijoada (PPS) que chegou atrasado às 10h45 e se manteve até às 10h55. Danda voltou a sessão às 11h35 e se retirou definitivamente às 11h40. A sessão encerrou pouco mais do meio-dia, sendo convocada por Celso uma próxima para o dia 05 de abril.

LEIA TAMBÉM:

- Sob a presidência de Celso Bezerra, Câmara de Vitória estimula nova regra

- Com o vácuo, vereadores já tratam Celso Bezerra como presidente da Câmara de Vitória

- Insegurança no comando da Casa Diogo de Braga???

- Irmão do prefeito vai administrar R$ 900 mil por mês na Câmara de Vereadores da Vitória -

Sem comando do presidente, Câmara de Vitória aprova 11 Projetos de Lei