Ceclin
nov 05, 2020 0 Comentário


Condic aprova investimentos em Moreno e Vitória de Santo Antão

Condic aprova R$ 368 milhões em negócios, com geração de 537 empregos em Pernambuco

Diario de Pernambuco

Em sua 111ª reunião, o Conselho Estadual de Políticas Industrial, Comercial e de Serviços (Condic) aprovou, na quarta-feira (04/11), R$ 368 milhões em negócios, com geração de 537 empregos em Pernambuco nos próximos meses. Foram autorizados 39 projetos, sendo 14 na área da indústria. Do total de empregos a serem gerados nos projetos industriais, 371 (69%) estão na Região Metropolitana do Recife e outros 166 (31%) no interior do Estado. O próximo encontro do Condic acontece em dezembro.

O principal anúncio da reunião foi o da instalação da Ypê (Química Amparo) no município de Itapissuma. A empresa investirá R$ 300 milhões na implantação da planta para fabricação de produtos de limpeza e deve gerar 320 postos de trabalho. Outra iniciativa apresentada foi a ampliação da Fertilizantes do Nordeste, que planeja aportar R$ 29 milhões na sua unidade fabril, no Recife, garantindo a criação de 22 novas vagas. Já a empresa Acumuladores Moura, localizada em Belo Jardim, aplicará R$ 27 milhões para a expansão de uma nova linha de produtos. De acordo com o projeto proposto, 34 novos postos de trabalho serão criados.

Ao todo, 12 municípios foram contemplados pelos anúncios feitos, sendo seis no Grande Recife e seis no interior. Na Região Metropolitana, as cidades são Moreno, Jaboatão dos Guararapes, Recife, São Lourenço da Mata, Itapissuma e Paulista. Representam o interior os municípios de Belo Jardim, São José do Belmonte, Vitória de Santo Antão, Passira, Garanhuns e Tacaimbó. Em contrapartida aos aportes a serem realizados, as iniciativas empresariais desfrutarão dos incentivos fiscais do Programa de Desenvolvimento de Pernambuco (Prodepe), ofertado pelo Estado a indústrias, centrais de distribuição e importadores atacadistas.

O encontro foi realizado remotamente e transmitido pela internet. O secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Bruno Schwambach, comandou a reunião, junto com o diretor-presidente da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper), Roberto Abreu e Lima. O secretário ressaltou que os números do Condic mostraram que as políticas de atração de novos investimentos para Pernambuco se mantiveram mesmo com todas as restrições impostas na pandemia. “Nossa missão é trabalhar de forma enérgica e fazer a máquina pública girar de forma eficiente para benefício de quem precisa de emprego e renda”, disse.

Importação e Centrais de Distribuição

Além das indústrias, 14 empresas que realizam importações foram contempladas. Entre elas, estão as companhias Arlindo José Tavares Comércio e Importação de Peças e Acessórios Novos para Motocicletas, Ciclo Motores – Eireli, em Feira Nova; Atlas S/A, em Paulista; Bettanin S/A, em Paulista; Distribuidora Adauto Carvalho Ltda, Serra Talhada; Eurostar do Brasil S/A, no Cabo de Santo Agostinho; Excelmed Distribuidora de Materiais Médicos e Odontológicos, Recife; Fast Trading Importação, Exportação e Comércio de Bebidas Eireli, Recife; KGMLAN Distribuidora Ltda, Olinda; M A DE Moraes Artefatos Cerâmicos LTDA, São Caetano; Natari – Comércio de Hortifrutis Ltda, Jaboatão dos Guararapes; NE Print Distribuidora de Equipamentos e Insumos Industriais, Recife; Sandene S.A. Indústria e Comércio, Paulista; Sanremo S/A, Paulista e Virtus Trading e Consultoria em Gestão Empresarial Ltda, Recife.

Foram contempladas ainda 11 Centrais de Distribuição. Todas estão localizadas na Região Metropolitana do Recife, nos municípios de Paulista, Recife e São Lourenço da Mata. São elas: AtlasS/A, Paulista; BettaninS/A, Paulista; Bettech S.A., Paulista; Car-Central de Autopeças e Rolamentos, Recife; Difase Importação e Comércio de Produtos de Segurança, Recife; G S Indústria e Comércio de Vidros, Recife; Global Brasil Pneus Ltda, Recife; Metalúrgica Mor AS, São Lourenço da Mata; Ordene S/A, Paulista; Sanremo S/A, Paulista e Superpro Bettanin S.A, Paulista.