Ceclin
abr 04, 2011 0 Comentário


Concluído com êxito o 8º Congresso do SINTEPE

Do dia 30 de março a 2 de abril aconteceu no Cabo de Santo Agostinho, Pernambuco, o 8º Congresso do Sintepe. O acontecimento marcou o aniversário de 21 anos de vida da entidade.

Nos debates várias das observações da categoria foram confirmadas, a exemplo da política de bônus. Sempre colocamos que o bônus não contribui para a melhoria da educação pública, que ele introduz nas escolas a cobrança por uma produtividade industrial, como que os trabalhadores fossem máquinas e os estudantes insumos a serem transformados.

Sempre afirmamos que a cobrança descabida estimularia uma competitividade que inicialmente levaria a uma gratificação e depois possibilitaria o adoecimento do trabalhador, bem como poderia mascarar índices. Além de que tal gratificação não seria levada para a aposentadoria.

O Painelista Antonio Lassance, pesquisador do IPEA, foi taxativo ao afirmar que a política de bônus não melhora a qualidade da educação. Para isso, citou os formuladores dessa política, que a introduziram nos Estados Unidos e hoje desaconselham a implantação da mesma. Pois, o resultado dela não melhorou a educação daquele país, pelo contrário, e ainda estimulou a fabricação de índices para se conseguir o bônus.
Também em acordo com a nossa visão, o painelista Luiz Dourado, professor da Universidade Federal de Goiás e editor da revista Retratos da Escola, da CNTE, defendeu que para o Plano Nacional de Educação – PNE, devem haver os planos correspondentes nos Estados e Municípios, precisando os trabalhadores em educação participar, uma vez que existem muitos pontos em disputa, como a concepção de gestão democrática. Também confirmou a nossa posição de que para o avanço da educação pública é necessário investir na formação inicial e continuada.

Concluiu afirmando que a construção da escola pública de qualidade passa por uma visão ampla de valorização, que envolve carreira e salários justos.


PERNAMBUCO: DESENVOLVIMENTO versus VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL.


Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco – SINTEPE.