Ceclin
abr 29, 2015 0 Comentário


Comunidade acadêmica elege novo reitor da UFPE nesta quarta-feira

Comunidade da Universidade Federal de Pernambuco vai às urnas (Foto: Vanessa Bahé/G1)

Comunidade da Universidade Federal de Pernambuco vai às urnas (Foto: Vanessa Bahé/G1)

Com informações do G1PE

Estudantes, professores e técnicos administrativos da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) elegem na quarta-feira (29) o reitor que vai comandar a instituição nos próximos quatro anos. Mais de 43 mil membros da comunidade acadêmica estão aptos a votar em uma das cinco chapas inscritas no pleito. Os votos serão computados em urnas cedidas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), das 9h às 21h, nos três campi da UFPE – Recife, Caruaru e Vitória de Santo Antão.

Serão 86 urnas distribuídas nos 13 centros da instituição, além da Biblioteca Central, do Hospital das Clínicas e da reitoria do campus Recife. O Núcleo de Televisão e Rádios Universitárias, localizado no bairro de Santo Amaro, na área central da capital pernambucana, também será ponto de votação. Segundo a universidade, haverá urnas específicas para estudantes, docentes e técnicos, mas professores substitutos, servidores à disposição da universidade e terceirizados não fazem parte do colégio eleitoral.

A orientação geral é de que alunos, docentes e técnicos em efetivo exercício votem nos centros acadêmicos a que são vinculados. Mesmo assim, a lista completa das pessoas aptas a participar do pleito e seus respectivos locais de votação está disponível no hotsite das Eleições 2015. De acordo com a UFPE, são 43.636 eleitores; sendo 2.404 professores do ensino superior e do Colégio de Aplicação; 4.342 técnicos administrativos do quadro permanente; e 36.890 alunos dos cursos de graduação (presencial e à distância), pós-graduação e programas de residência. Todos precisam apresentar um documento original com foto no momento da votação.

O resultado do pleito deve começar a ser contabilizado logo após o encerramento da eleição, às 21h. Os votos de docentes, professores e técnicos serão agrupados para que cada segmento represente um terço da votação. O novo reitor será eleito caso atinja a maioria dos votos válidos. Caso isso não aconteça, será realizado um segundo turno no dia 13 de maio com a participação dos dois candidatos mais votados. Nesta consulta, será considerado vencedor o candidato que obtiver o maior número de votos válidos.

Saiba mais AQUI.