Ceclin
Maio 12, 2008 1 Comentário


COMO VOTA O BRASILEIRO

Reportagem da revista Veja informa que o eleitor leva em conta, sobretudo, o benefício imediato que o candidato lhe trará. É o que indica pesquisa do sociólogo Alberto Carlos Almeida, autor do livro A Cabeça do Brasileiro. Agora, com seu novo livro, A Cabeça do Eleitor (308 páginas, 40 reais, editora Record), que será lançado na próxima semana, o sociólogo avalia (com base na análise de 150 eleições – municipais, estaduais e presidenciais) a lógica que orienta a escolha de um candidato por parte do eleitor brasileiro. E chega à conclusão de que essa lógica é bem mais simples do que se poderia supor. Constrangedoramente simples até: o brasileiro vota a favor do governo ou do candidato do governo se considera que sua vida está boa ou melhorou. E vota no candidato da oposição se considera que ela está ruim ou piorou. Questões como ética, corrupção, separação entre o público e o privado não entram nessa conta. “O eleitorado, sobretudo o de baixa renda, vota em função de suas necessidades imediatas e da satisfação dessas necessidades”, concorda o sociólogo Demétrio Magnoli. Clique aqui e leia mais .