Ceclin
fev 14, 2017 0 Comentário


Comissões da Alepe aprova reajuste da PM

O reajuste do Executivo deverá custar R$303 milhões aos cofres do Estado, de acordo com o governo.

O reajuste do Executivo deverá custar R$303 milhões aos cofres do Estado, de acordo com o governo.

Todas as comissões são presididas por deputados do PSB. 

As comissões de Constituição e Justiça (Waldemar Borges), Finanças (Clodoaldo Magalhães) e Administração Pública (Lucas Ramos), todas presididas por deputados do PSB, aprovaram nessa segunda-feira (13) o Projeto de Lei (PL) proposto pelo governo do Estado que prevê um aumento entre 20% e 40% no salário dos policiais militares, pagos em três vezes, de maio deste ano até dezembro de 2018. A aprovação gerou tumulto e revolta por parte dos policiais que estavam na porta da Alepe. O texto segue para aprovação em plenário.

O líder da oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), Silvio Costa Filho (PRB), tentou impedir que a votação do reajuste da PM acontecesse nesta segunda, alegando que o regimento só permitiria que a votação ocorresse na quarta-feira (15). Mesmo ameaçando uma ação judicial a votação foi aprovada e concluída.

O Governo de Pernambuco encaminhou a PL na segunda-feira passada à Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (Alepe) estabelecendo uma proposta de reajuste salarial da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) e do Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco (CBMPE) bastante criticada pela categoria.

O reajuste do Executivo deverá custar R$ 303 milhões, de acordo com o governo,e será pago em três parcelas: maio de 2017, abril de 2018 e dezembro de 2018. Ainda conforme o PL aprovado nesta segunda, a estruturação levará à criação de 300 novas vagas de subtenente (200 em 2017 e 200 em 2018).

 

imgs_0

Aumento para os PMPE´´S

imgs_2

 

Jornal do Commercio