• Ceclin
jul 29, 2019 0 Comentário


COLUNA DO SINTEPE: 0 13 de agosto será de lutas!

13 de agosto paralisação nacional

A reforma da Previdência, na verdade, é um “Robin Hood” às avessas, que tira dos pobres e preserva os ricos.  Na prática, penaliza os que mais necessitam da proteção social do Estado e ao mesmo tempo perdoa a dívida dos grandes latifundiários com valores de cerca de R$ 84 bilhões.

Em vez de cobrar a conta de quem já ganha muito e não precisa do amparo social do Estado, o Governo Federal, para fazer sua dita “economia” de quase R$ 1 Trilhão, vai sacrificar mais uma vez quem recebe salário mínimo. Assim, 70% da “economia” serão decorrentes de restrições no campo social, afetando de forma mais intensa quem ganha menos.

Mais de 12 milhões de brasileiros/as, na faixa salarial entre R$ 1.364,00 e R$ 1.996,00 deixarão de receber o PIS, uma outra prova dos prejuízos sofridos por parcelas menos favorecidas economicamente.

O Governo Federal faz a sua opção, desmontando a seguridade social, cortando verbas da educação, restringindo a atuação do SUS, praticando nepotismo, agredindo os nordestinos, maltratando o meio ambiente e partidarizando setores do judiciário.

As camadas mais carentes da população são exploradas enquanto as grandes fortunas não são taxadas, proprietários de helicópteros, jet-ski e lanchas não pagam IPVA e os lucros e dividendos (de bancos, por exemplo) não são tributados.

Por tudo isso, a resistência se faz cada vez mais necessária! No próximo dia 13 de agosto será um dia de Paralisação da Educação contra o desgoverno que toma conta do País. Mais especificamente, vamos continuar a luta contra o desmonte da Previdência e em defesa dos recursos para a educação pública.

A CUT, UNE, UBES, entidades estudantis e demais centrais sindicais estão também, todas unificadas, em defesa do Brasil e dos/as brasileiros/as.

Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Pernambuco – SINTEPE