Ceclin
out 15, 2012 0 Comentário


Clientes de sete planos de saúde têm atendimento suspenso em PE

G1PE

Clientes pernambucanos de sete planos de saúde terão o atendimento de consultas médicas suspenso a partir desta segunda-feira (15). O movimento de paralisação dos médicos acontece até a próxima sexta-feira (19) e tem a intenção de protestar contra a interferência dos planos na autonomia médica e contra o valor repassado por algumas empresas por cada atendimento.

De acordo com o Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe), estão supensos os atendimentos para os seguintes planos: Hapvida, Sul América, Golden Cross, Intermédica, Norclínicas, Notre Dame e Ideal Saúde. Em acordo com Conselho de Medicina do estado (Cremepe), os médicos não irão interromper o atendimento das urgências, emergências e serviços de tratamento contínuo, como hemodiálise, hemoterapia, radioterapia e quimioterapia. Ainda segundo o sindicato, os médicos que identificarem em algum caso a necessidade de manter a consulta poderão realizar o procedimento. “Quem tinha consulta marcada deve remarcar. Mas um médico que achar importante uma consulta tem autonomia e liberade para isso”, comentou Mário Fernando Lins, presidente da Comissão de Honorários Médicos de Pernambuco e diretor do Simepe.

Os planos atingidos pelo movimento não teriam conversado com a categoria nem entrado em acordo com a pauta de reivindicações, que pede a não suspensão de exames solicitados pelos médicos e aumento no valor repassado pelas consultas. O Simepe luta pelo cumprimento da Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHPM), que serve de referência para os valores pagos aos médicos e tem uma tabela em vigor desde 2010. A categoria quer que os planos paguem a banda média de valores, o que, nas consultas, representa R$ 60.

Os planos Golden Cross e Sul América já entraram em contato com o sindicato, mas, por já estarem incluídos na decisão da assembleia dos médicos, continuam participando da paralisação.