Ceclin
ago 15, 2016 0 Comentário


Cinco vereadores não voltam mais para a Câmara de Gravatá

VEREADORES02-696x311

Cinco dos quinze vereadores da Câmara Municipal de Gravatá estão fora da disputa pela reeleição para o cargo no legislativo nestas eleições. Por falta de coligação ou até mesmo desinteresse, o presidente da Câmara, Pedro Martiniano (PSC), Luiz Prequé (PSD) e Neto da Banca (PDT) não registrarão suas candidaturas. Enquanto Fernando Resende (PR) e João Paulo (PSB) disputarão juntos candidatura majoritária. Isolado, Pedro Martiniano se sentiu desemparado e optou por não disputar a reeleição, garantindo que em 2020 disputará o Poder Executivo municipal.

Luiz Prequé e o filho, Rafael Prequé (PRB), ainda não sinalizaram qual palanque aderirão nestas eleições, sabe-se apenas que os dois políticos não optarão, de modo algum, adesão ao grupo do pré-candidato Júnior Darita (PTN) e nem tampouco ao grupo liderado por João Paulo. As duas únicas opções para a família Prequé seria a neutralidade ou a adesão ao grupo do ex-prefeito Joaquim Neto (PSDB) que segue na liderança com mais de 49% das intenções de votos (Pesquisa Opinião TRE PE 08137/2016). Muitos nomes são cotados para assumirem as cinco vagas em aberto. Os candidatos com maior possibilidade de vitória estariam, em sua maioria, na majoritária do PSDB, que hoje possui mais de 120 pré-candidatos e a perspectiva de maior número de votos de legenda.

Gravatá Notícias