Ceclin
nov 04, 2016 0 Comentário


Cesta básica de outubro tem queda de 1,1% em Vitória e Região, diz Procon

cesta  básica

Segundo pesquisa, produtos passaram de R$ 383,39 para R$ 379,03. Para comprar todos os itens, famílias comprometem 43,07% do mínimo.

A pesquisa mensal realizada pelo Procon de Pernambuco revela que, em outubro, a cesta básica teve pequena redução de preços em Vitória de Santo Antão e na  Região Metropolitana do Recife. A queda foi de 1,1%. Os produtos essenciais registraram diminuição de valores, passando de R$ 383,39 para R$ 379,03. Para comprar os principais itens, as famílias comprometeram 43,07% do salário mínimo. A maior alta de preços, conforme o Procon–PE, foi da salsicha avulsa. O quilo saiu de R$ 10,00 para R$ 12,90. O reajuste médio chegou a 29%. A margarina ficou em segundo lugar no ranking de reajustes do mês. O aumento chegou a 11%. A maior redução de preços foi do ovo.

O alimento passou de R$ 7,28 a dúzia para R$ 6,18, uma queda de 15,11%. O açúcar cristal também teve o preço reduzido em 13,74%.Em limpeza doméstica, o sabão em pó e a lã de aço permaneceram com o mesmo preço praticado em setembro. As maiores altas ficaram com o sabão em barra, com 7,3% e água sanitária, com 5,9%. Na área de higiene pessoal, as maiores quedas de preço foram do papel higiênico (2,61%), creme dental (10,38%) e absorvente higiênico (3,97%). A pesquisa foi realizada em 23 estabelecimentos da Região Metropolitana do Recife, 11 no Cabo de Santo Agostinho, 12 em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata, e 20 em Caruaru, no Agreste.

Cada equipe contou com dois fiscais, que preenchem formulário próprio no local. O trabalho no Cabo é feito separadamente por causa da quantidade maior de empresas. A análise dos preços é feita em 27 itens, entre alimentação, limpeza doméstica e higiene pessoal. A pesquisa toma como base a cesta básica mensal para uma família composta por quatro pessoas, sendo dois adultos e duas crianças.

G1/PE