Ceclin
ago 12, 2009 4 Comentários


Carnaval da Vitória de Santo Antão é patrimônio cultural de PE

Foi aprovado o Projeto de Lei no último dia 05 na Assembleia Legislativa de Pernambuco, que considera o Carnaval da Vitória de Santo Antão Patrimônio Cultural e Imaterial do Estado de Pernambuco, de autoria do Dep. estadual Henrique Queiroz (PR).

A tradicional festa carnavalesca da Vitória de São Antão é conhecida como uma das mais animadas do Estado, contando com cerca de 100 agremiações que disputam alegremente a atenção dos foliões que procuram todos os anos as ruas da cidade para brincar o carnaval.
Os blocos desfilam principalmente na Praça Duque de Caxias, tem a característica dos nomes de animais como: Clube Vassouras o Camelo, Girafa, Coelho e Leão. A disputa entre os clubes é antiga e quase acompanha a própria história do carnaval da cidade.

Um dos mais antigos é O Clube Abanadores O Leão que foi fundado em 1902, por grupo de rapazes. No início, o nome era Clube Carnavalesco Abanadores. As primeiras orquestras acompanhavam as cantorias entoadas pelos cordões dos foliões. Em 1925, o nome do bloco foi rebatizado de “O Leão”, por causa dos ânimos dos fãs.

Hoje, é o clube carnavalesco mais antigo da cidade.

Para o Dep. Henrique Queiroz, o carnaval do Município mobiliza a cidade, criando fontes de renda como leitos em pousadas, além de movimentar os restaurantes entre outros serviços.
O projeto aprovado segue agora para a sanção do Governador Eduardo Campos (PSB).

OUTROS PROJETOS:

Há ainda dois projetos de Lei aprovados, de autoria do Dep. Henrique Queiroz, que também seguiram para a sanção do Governo do Estado. Trata-se do reconhecimento do patrimônio histórico do povo vitoriense que visa considerar o Sítio Histórico do Monte das Tabocas Patrimônio Cultural Material e Imaterial do Estado de Pernambuco.

O mais importante marco histórico em Vitória de Santo Antão, o Sítio Histórico do Monte das Tabocas, conhecido como o cenário de uma das mais famosas batalhas entre o exército luso-brasileiro e as forças holandesas, realizada em 1645, o Monte é um dos mais importantes monumentos à luta contra a dominação dos Países Baixos no Brasil.
O Sítio Histórico do Monte das Tabocas teve seu tombamento homologado em 11 de março de 1986 pelo governo estadual, onde em 1945, em comemoração ao tricentenário da Batalha, foi construída no local a Capela de Nossa Senhora de Nazaré.

Na oportunidade a proposta do parlamentar também privilegiou a cidade de Catende. Uma Troça Carnavalesca tradicional daquele município teve aprovado também o Projeto de Lei que considera a Troça Carnavalesca “A mulher da Sombrinha’’ Patrimônio Cultural e Imaterial do Estado de Pernambuco.

por Lissandro Nascimento,
através da Assessoria de Imprensa do parlamentar.