Ceclin
Maio 05, 2014 0 Comentário


Cansados da espera, moradores da zona rural de Glória do Goitá sonham com a construção das casas de alvenaria

(Foto: Divulgação).

por Valdir Luiz

A realidade que continua ano após ano para os moradores da Zona Rural de Glória do Goitá, denuncia o descaso destes que sonham em algum dia residir em uma casa de alvenaria. As conhecidas casas de “taipa” que faziam parte do cenário de pequenos municípios brasileiros, ainda são muito comuns nas áreas rurais da cidade, situada na Mata Norte do Estado. Contudo, há um investimento do Governo Federal através do Ministério das Cidades/Caixa Econômica Federal que disponibilizam recursos para a construção de casas de alvenaria, em substituição às casas de taipa.

Embora este projeto esteja disponível, em algumas cidades, esse problema ainda não foi solucionado e muitas famílias continuam sobrevivendo vulneráveis à Doença de Chagas e outras formas de contaminação devido às precárias condições que esse tipo de moradia oferece para a vida.

Esse é um dos motivos pelo qual os agricultores e agricultoras estão abandonando suas comunidades, nas áreas rurais para viver na cidade. Um êxodo que gera vários outros problemas sociais. Assim, é a dura realidade enfrentada pelos moradores.

“As casas apresentam rachaduras devido aos barros das paredes que estão caindo, chuvas chegando, tenho medo que a casa possa cair sobre mim, além disso, há risco de contrair a doença de Chagas e outras contaminações. Não sei o que faço”,  relata a moradora Eliane da área rural da cidade.