Ceclin
nov 22, 2021 0 Comentário


Candidatos que não fizeram o Enem em Escada, por falta de energia, esperam resposta do Inep sobre reaplicação do exame

Prédio da Faculdade de Escada ficou sem energia, neste domingo, por isso provas foram canceladas. Vestibulandos querem saber se precisarão requerer oficialmente a reaplicação do exame

Jornal do Commercio

Candidatos que não fizeram as provas do primeiro dia do Enem, neste domingo (21.11), na cidade de Escada, na Zona da Mata Sul de Pernambuco, estão apreensivos. Por falta de energia na Faculdade de Escada (Faesc), os testes de redação, linguagens e ciências humanas foram suspensos no local. No prédio, o maior entre os quatro do Município usados para o Enem, havia 554 inscritos. Os vestibulandos querem saber se precisarão requerer oficialmente a reaplicação do exame, prevista para janeiro, ou devem esperar contato do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo Enem.

Os estudantes também estão preocupados, diante do adiamento das provas deles, se conseguirão participar do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), processo que usa as notas do Enem para selecionar alunos para cursos de graduações em mais de cem instituições públicas de ensino superior. Em Pernambuco, por exemplo, todas as cinco universidades públicas participam do Sisu – UFPE, UFRPE, UFAPE, Univasf e UPE. O cronograma do Sisu 2022 ainda não foi divulgado pelo Ministério da Educação.

“O fiscal afirmou que o Inep entraria em contato conosco. Mas na dúvida, mandei um e-mail hoje. Já me antecipei pois estou com pé atrás, com medo que não coloquem para fazer a reaplicação”, afirmou a candidata Loreanne Araújo, 37 anos, fera de Direito. Foi dito aos vestibulandos que eles devem ir normalmente para as provas do próximo domingo, matemática e ciências da natureza.

O JC pediu esclarecimentos à Assessoria de Comunicação do Inep. Indagou qual a orientação que deveria ser dada aos candidatos. O pedido foi feito por telefone e por e-mail, mas não houve retorno do órgão. Segundo o edital do Enem, o participante afetado por problemas logísticos durante a aplicação das provas ou acometido por uma das doenças infectocontagiosas poderá solicitar a reaplicação do exame, na página do participante, em até cinco dias úteis após o último dia da avaliação. Em Escada, há um quantitativo de 1.224 candidatos.

Como no próximo domingo (28) ainda haverá os testes de matemática e ciências da natureza, oficialmente, conforme o edital, o pedido poderá ser feito até 3 dezembro. A falta de energia é listada como um dos problemas logísticos.

Nos dias 9 e 16 de janeiro, o Enem 2021 terá sua segunda aplicação para os estudantes que se inscreveram após a reabertura das candidaturas, em setembro. Ao total 280.145 novos registros foram confirmados pelo Inep. Na mesma data, será aplicado o Enem para adultos privados de liberdade e jovens cumprindo medida socioeducativa que inclui privação de liberdade (Enem PPL).

SISU
Em relação ao Sisu, o MEC também foi contactado, porém não respondeu ao JC. Mas pró reitores de graduação consultados pela reportagem informaram que a previsão é abrir inscrições do Sisu em fevereiro ou março de 2022.

O Inep libera as notas do Enem na mesma data tanto para os inscritos que fizeram as provas no período regular como para os que forem participar da reaplicação, programada para 9 e 16 de janeiro. Portanto, os candidatos desse prédio de Escada não deverão ser prejudicados.