Ceclin
out 08, 2008 28 Comentários


Candidato derrotado quer anular eleição em Vitória

O prefeito da Vitória de Santo Antão, Demetrius Lisboa – Dedé (PSB), deu, entrada hoje, na justiça eleitoral, a um recurso no qual levanta suspeita de fraude nas eleições de domingo passado, em que perdeu para o candidato do DEM, Elias Lira, e pede a anulação do pleito e, consequentemente, uma eleição suplementar. Veja abaixo a nota oficial assinada pela sua coligação:

Nota ao povo da Vitória de Santo Antão e aos pernambucanos:
1. A Coligação Frente Popular da Vitória do candidato Demetrius ajuizou, hoje, perante a 18ª Zona Eleitoral de Pernambuco – Vitória de Santo Antão uma reclamação eleitoral contra a ata geral da eleição de Vitória de Santo Antão, onde demonstra vícios no processo de votação e totalização levando a necessidade de recontagem de votos ou mesmo eleição suplementar naquela cidade, demonstrando também irregularidades promovidas pela Coligação Vitória Bem Administrada do Candidato Elias Lira, que desequilibraram o pleito naquele Município levando a uma inverídica vitória por 236 votos do candidato Elias Lira, que a Justiça há de reparar para prevalecer a vontade e a verdade eleitoral.
2. Foi ajuizado hoje uma investigação judicial eleitoral contra a Coligação Vitória Bem Administrada com gravíssimas denúncias e provas que demonstram abuso do poder econômico e captação irregular de sufrágio de voto, tudo a demonstrar as arbitrariedades praticadas pela candidatura de Elias Lira da Coligação Frente Popular da Vitória.
3. Foi ajuizada uma exceção de suspeição contra o Magistrado Iraquitam dos Santos ante a sua parcialidade no pleito e por pré-julgar processos, através da imprensa, antes mesmo de decidir nos autos, como também pelas agressões verbais ao Sr. José Aglailson Queralvares, que também estará o processando por crime de injúria e abuso de autoridade.
4. É conhecido, no meio político de Pernambuco, precedente envolvendo o candidato Elias Lira, que veio em eleição anterior a perder seu mandato de Deputado para a atual conselheira do TCE Tereza Duere em processo de recontagem de voto no TRE.
5. Foi feito um comunicado/representação ao Comandante Geral da Polícia Militar e ao Presidente do TRE/PERNAMBUCO sobre as arbitrariedades praticadas por Oficial da Polícia Militar sob o comando do Magistrado ora sob suspeição, que prejudicaram o pleito e levaram a Cidade a um clima de acirramento, em vez de apaziguamento.
6. Foi solicitada ao Ministério Público Eleitoral uma comissão para acompanhamento dos graves fatos contidos nas reclamações eleitorais citadas e para acompanhar o desenrolar dos fatos.
7. Os membros da Coligação Frente Popular da Vitória tomarão todas as medidas jurídicas necessárias para que prevaleça a verdade eleitoral sem perder a serenidade, o respeito às instituições e ao processo democrático.

COLIGAÇÃO FRENTE POPULAR DA VITÓRIA

Com informações dos Blog’s do Jamildo e do Magno.