Sydney Mamede
ago 30, 2017 0 Comentário


Câmara Setorial de Prevenção Social define ações para jovens e adolescentes

Henry na sec. justiça PE

Funase e a Secretaria vêm promovendo cursos profissionalizantes de forma que muitos dos egressos do sistema Funase já se encontram trabalhando. Fotos: Valter Andrade/Cortesia

Henry promete buscar apoio de empresários para ajudar jovens vulneráveis. Roberto Franca apresentou trabalho desenvolvido pela Câmara de Prevenção Social envolvendo as diversas áreas do Governo 

O vice-governador do Estado, Raul Henry (PMDB), ao participar na segunda-feira (28/8) da Câmara Setorial de Prevenção Social, comprometeu-se a convocar para um seminário os parceiros da iniciativa privada que atuam junto ao Governo Paulo Câmara com o objetivo de incentivá-los a participarem dos esforços necessários à promoção da segurança de jovens e adolescentes. A Câmara é coordenada pelo secretário de Desenvolvimento Social, da Criança e Juventude (SDSCJ), Roberto Franca, que vem desenvolvendo ações voltadas contra a criminalidade, enfatizando, entre outras iniciativas, o combate ao uso de drogas.

Franca chamou a atenção para o Programa Governo Presente, coordenado pela (SDSCJ) e que envolve diversas outras secretarias volvadas para o atendimento a comunidades carentes, onde crianças e adolescentes encontram-se em situação de mais vulnerabilidade. Ele considera de total importância o trabalho em conjunto com setores das mais diferentes áreas governamentais e também em conjunto com os municípios e com o setor privado.

Uma questão que preocupa muito o secretário e que vem sendo minimizada com o apoio de empresários é a preparação dos socioeducandos da Funase para que ao deixarem a instituição sejam inseridos no mercado de trabalho, evitando que reincidam na criminalidade. Para tanto, a Funase e a Secretaria vêm promovendo cursos profissionalizantes de forma que muitos dos egressos do sistema já se encontram trabalhando.

Dentre os atuais parceiros pode-se destacar a Faculdade Guararapes, a UPE, Microlins, Movimento Pro-criança, Datamétrica, Tacaruna Social, Unibra, Ponto Cursos, Instituto Eutácio de Ensino. Estes são apenas alguns dos que vêm colaborando fortemente para a sedimentação de uma cultura de paz.

Henry e FrancaRoberto Franca revelou que vem se empenhando junto à Prefeitura do Recife para a conclusão do Compaz do Coque e disse que já iniciou entendimentos para a recuperação do Nascedouro de Olinda, em Peixinhos, dois espaços que podem ser utilizados para diferentes atividades que abram novas perspectivas para os jovens.

Anelena Almeida, secretária executiva de Articulação Social, instituição subordinada à SDSCJ, explicou a importância do trabalho que está sendo realizado em 46 territórios, sendo 14 prioritários, envolvendo jovens das comunidades e alguns que já passaram pela Funase e que estão em situação maior de vulnerabilidade.

No que se refere à questão das drogas, o Capitão Fábio Gomes, da Polícia Militar, apresentou o programa Nuprev Sertão, que vem sendo levado adiante de Arcoverde a Petrolina. O objetivo é reduzir a violência produzida pelas desigualdades sociais e as drogas. “É um programa educacional de resistência às drogas e à violência”, disse ele.

Citou como ações desenvolvidas o combate ao machismo através da divulgação da Lei Maria da Penha, o estímulo à rejeição às drogas, campanhas educativas realizadas em datas comemorativas, combate ao abuso sexual, promoção de visitas aos órgãos da Secretaria de Defesa Social, apresentação de filmes seguidas de debates, repúdio ao bullying e estímulo aos esportes.

Prosseguindo na discussão sobre o uso de drogas, Arturo Escobar, o coordenador de Prevenção às Drogas da Secretaria Executiva de Políticas sobre Drogas, vinculada à SDSCJ, apresentou uma nota técnica sobre o assunto que deverá voltar a ser debatido na próxima reunião, enfocando a prevenção relativa ao uso do crack e de todas as demais drogas, lícitas e ilícitas. Na reunião da Câmara ele destacou a importância de três componentes para deixar as crianças e jovens longe das drogas: a família, a escola e a comunidade.

Estiveram presentes na última reunião da Câmara de Prevenção Social, além de secretários e representantes de diversas secretarias do Governo do Estado, executivos e técnicos da SDSCJ, a diretora-presidente da Funase, Nadja Alencar, o pro-reitor da UPE, o secretário executivo da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, Eduardo Figueiredo, integrantes do Espaço Ciência e empresários que vêm investindo na recuperação de jovens e adolescentes que deixam o sistema socioeducativo e querem se engajar profissionalmente.

da Assessoria