• Ceclin
dez 22, 2009 1 Comentário


Câmara de Vitória realiza licitação para reforma

A Casa Diogo de Braga, em Vitória de Santo Antão, volta a ser objeto de polêmica.

Vereadores de oposição denunciaram hoje (22) que o presidente da Câmara de Vereadores de Vitória de Santo Antão, Manoel de Holanda Cavalcanti Bastos, do PMDB, passou por cima de decisão judicial e realizou licitação para a contratação de obras na sede do poder Legislativo local.

Para a oposição, trata-se apenas de uma reforma a preços exorbitantes, cerca de R$ 900 mil. O gestor diz que o projeto é de ampliação.

Numa ação popular apresentada à Justiça, os vereadores de oposição falam até em superfaturamento. Para efeito de comparação, citam um prédio novo do MPPE, a um custo de R$ 1,5 milhão.

O vereador Sílvio Gouveia (PSB) chegou a entregar um ofício informando da liminar suspendendo a obra.

Em nota enviada ao Blog do Jamildo ainda em novembro, a Câmara rebateu os supostos problemas.

De acordo com a gestão do Legislativo, será feita na Casa Diogo de Braga a construção de um anexo, onde cada vereador terá sua própria sala com sala de espera e condições físicas adequadas às suas obrigações; os demais funcionários terão suas salas construídas de acordo com suas funções – como arquivo, contabilidade e tesouraria; será feito um estacionamento próprio; além de adaptação do prédio aos portadores de necessidades especiais, entre outros.

“A Casa Legislativa de Vitória hoje não desfruta de uma infra-estrutura adequada, tendo que ao longo de sua existência fazer pequenas adaptações para comportar as mudanças necessárias”.

(Blog do Jamildo).