Ceclin
set 22, 2016 0 Comentário


Câmara de Vitória presta homenagem à UFPE e a seus dirigentes

10 anos CAV UFPE

Títulos de Cidadão Vitoriense foram outorgados e Comendas Mariana Amália entregues às personalidades acadêmicas 

por Lissandro Nascimento, com assessoria

 

A Câmara de Vereadores da Vitória de Santo Antão realizou na tarde da quarta-feira (21/9) uma homenagem à Universidade Federal de Pernambuco pelos dez anos do Centro Acadêmico de Vitória (CAV) com entrega de Título de Cidadão Vitoriense e Comenda Mariana Amália aos que contribuíram para a implantação do Campus na cidade. A sessão foi presidida pelo vereador Geraldo Filho (PR), autor desta sessão solene.

“Tudo que houve de crescimento em Vitória nos últimos dez anos teve a participação do Centro Acadêmico de Vitória, através de pesquisas que são realizadas lá, dos alunos que vieram de outras cidades e aqui residem e que favoreceram o desenvolvimento das indústrias que procuram cidades com potencial de crescimento”, destacou o parlamentar.

Anisio Brasileiro - Foto A Voz da VitóriaPara o reitor Anísio Brasileiro, que recebeu a Comenda Mariana Amália, “a Universidade é pública e pertence à sociedade e o campus em cidades do interior demonstra a capacidade da instituição em contribuir para o desenvolvimento local, para a formação dos seus estudantes e para que as pesquisas possam melhorar a qualidade de vida. Essa homenagem significa o reconhecimento”, afirmou ele. Em sua fala também expressou que um dos pilares da interiorização do ensino superior é a compreensão da realidade local, com compromisso social.

A vice-reitora Florisbela Campos e primeira diretora do CAV, contemplada com o Título de Cidadão Vitoriense, destacou em seu discurso a trajetória do campus e a visão estratégica do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que decidiu, em seu governo, levar para o interior a formação superior. “Para nós, é a comemoração de que deu certo. A cidade mudou o perfil. Antes baseada no comércio e agricultura e indústria, hoje é uma cidade universitária com estudantes da Zona da Mata, Agreste e Sertão”, disse, aproveitando para anunciar a chegada do curso de Saúde Coletiva no CAV, previsto neste semestre. Em seu discurso, a primeira diretora da UFPE Vitória também reconheceu os esforços do ex-prefeito José Aglailson junto à implantação desta instituição, bem como o apoio da atual gestão municipal.

O diretor do CAV, professor José Eduardo Garcia, também agraciado com o Título de Cidadão Vitoriense, iniciou seu discurso de agradecimento com um trecho da música “Felicidade”, de Vinícius de Moraes, para destacar a importância do trabalho coletivo do qual a Universidade é representante. Hoje, aproximadamente, 85% dos estudantes do CAV são de cidades do interior. “É um dado expressivo e consolida a instituição como um dos fios condutores do desenvolvimento. Uma universidade dentro de cidade atrai pessoas e estudantes de outros lugares que promovem a transformação e a própria formação dos Vitorienses”, frisou ele, destacando a boa acolhida que nutre no Município.

Também receberam o Título de Cidadão Vitoriense os professores René Duarte Martins (vice-diretor), Zelyta Pinheiro de Faro (ex-vice-diretora) e o servidor Celso Gama Pessoa Silva, coordenador de Infraestrutura, Finanças e Compras do CAV.

Cidadãos vitorienses 2016 UFPE - Fotos A Voz da Vitória

Além do reitor Anísio Brasileiro, receberam a Comenda Mariana Amália o ex-vice-reitor Silvio Romero de Barros Marques, o ex-reitor Amaro Lins, o ex-vice-reitor Gilson Edmar, o Centro Acadêmico de Vitória, a professora Carmem Lygia Burgos Ambrósio (primeira professora do CAV), a servidora Kelly de Lima Benício da Silva (primeira funcionária do CAV) e o motorista José Santana de Oliveira, que fez parte do Projeto Vitória, projeto da UFPE realizado no município nos anos 1970.

Estiveram presentes na solenidade, pró-reitores, representante da Secretaria Municipal de Educação, professores e técnicos administrativos da UFPE.

Homenageados UFPE