• Ceclin
jun 04, 2019 0 Comentário


Câmara de Vitória aprova três projetos e entrega dois títulos

Câmara entrega Título de Cidadão Vitoriense ao diretor do Presídio e Secretária de Ação Social. Fotos: Divulgação.

Câmara entrega Título de Cidadão Vitoriense ao diretor do Presídio e Secretária de Ação Social. Fotos: Divulgação.

por Lissandro Nascimento

A Câmara de Vereadores da Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata pernambucana, durante a décima quarta sessão ordinária da sexta-feira (31/5), aprovou por unanimidade três Projetos de Lei (PL’s). Ausentes nesta votação os vereadores Romero Queralvares (PSB), Danda da Feijoada (PPS) e Duda de Pacas (PSDC). Só para registro: Romero, Duda e Danda são vereadores extremamente faltosos às sessões.

Foram aprovadas as seguintes proposições: Projeto de Lei nº 25/19 que autoriza ao Município a criação de uma Escola de Futebol, proposto pelos vereadores Toninho Nascimento (PRB) e Xanuca (sem partido). Já o PL nº 26/19 veda nomeação junto à administração pública municipal as pessoas condenadas, conforme prevê a Lei Federal nº 11.340/06, proposto por Silvia Moura (PSB). Também o PL nº 28/19 que declara de utilidade pública a Associação dos Moradores do Bairro Lídia Queiroz, de autoria de José Carlos Frasão (PRP).

Numa sessão rápida, a Mesa Diretora da Câmara encaminhou para apreciação das Comissões da Casa Diogo de Braga quatro PL’s. De autoria do vereador Edmilson de Várzea Grande (MDB) o PL nº 29/19 institui o Programa de Turismo Educativo para os alunos da rede municipal de ensino. Já o vereador Novo da Banca (sem partido) apresentou dois projetos denominando uma via pública e outro uma praça. Também se encontra nas Comissões o PL nº 32/19 que proíbe, em Vitória, a utilização, queima ou soltura de fogos de artifício que produzam barulho, de autoria dos vereadores André de Bau (PSD), Jota Domingos (PTC) e Xanuca (sem partido).

Na oportunidade, os vereadores realizaram uma sessão solene para entregar o Título de Cidadão Vitoriense ao Diretor do Presídio de Vitória, Emmanuel Roberto de França Lima. O homenageado é natural da cidade de Escada, na Mata Sul. Ele exerce desde 2015 a direção do sistema prisional local quando realiza trabalhos de ressocialização educacional junto aos apenados e estimula serviços na área de segurança da localidade.  O título foi de autoria do vereador José Carlos Frasão, sendo prestigiado pelo Delegado de Vitória, Roberto Macedo e o Gerente de Inteligência e Segurança Orgânica, José Roberto.

Outra entrega de título se deu na noite da quinta (30/5), a atual Secretária Municipal de Ação Social, Zandramar Maria Gomes Ruiz, de 57 anos. Natural de Gravatá, no Agreste, ela atua em Vitória desde 2003 ainda na gestão do ex-prefeito José Aglailson, que se fez presente à solenidade. O Título se deu com a proposição do vereador José Antônio da Rocha, chamado de Marcos da Prestação (PV).

A Câmara de Vitória realizará a 15ª sessão ordinária na próxima sexta-feira, dia 07 de junho, às 10h.

LEIA TAMBÉM:

- Concessão de títulos virou prática recorrente na Câmara de Vitória

- Colisão jurídica entre a Câmara de Vitória e o DETRAN-PE vem por aí

Câmara de Vitória aprova título de cidadão a suspeito de torturas 

-  Jarbas Dourado se afasta do governo Aglailson Júnior 

-  Aglailson Júnior manda revogar 65 doações de terrenos feitas por Elias Lira