Ceclin
jul 04, 2020 0 Comentário


Câmara cassa mandato do prefeito de Maraial

Decisão foi proclamada nessa sexta-feira durante reunião da Câmara de Vereadores

Com 07 votos favoráveis, 01 contrário e uma abstenção, a Câmara de Vereadores de Maraial, na Mata Sul pernambucana, aprovou em sessão extraordinária na noite da sexta-feira (03/07) a cassação do mandato do prefeito Marquinhos Moura (PTB). O gestor é acusado pelo crime de improbidade administrativa.

A Comissão formada pelos vereadores concluiu que Marquinhos Moura cometeu improbidade administrativa em um processo referente a supostos gastos de R$ 1,5 milhão sem execução de empenhos. A investigação teve início após a denúncia de uma servidora municipal. O gestor ainda é  acusado de não aplicar os 15% obrigatórios por lei na Saúde.

Com o resultado da votação, o vice-prefeito do Município, Dr. Márcio Ferreira deve assumir a vaga de chefe do Executivo.

Luiz Cristóvão – presidente da Câmara de Maraial – proclamou durante a madrugada de hoje (04) o resultado da votação que cassou o prefeito: “O processo seguiu todo rito legal na Comissão Especial de Investigação, com todos os pareceres e pelo entendimento da maioria desta Casa o que tornou passível o impedimento”. O prefeito cassado deve recorrer à Justiça.

A pena para o crime cometido por Marcos Moura inclui a suspensão dos direitos políticos, perda do cargo e ressarcimento aos cofres públicos.

Política conturbada

Entre os anos de 2008 e 2012, Marcos Moura ocupou o cargo de vice-prefeito de Maraial. Nesse período chegou a assumir a liderança do Executivo por duas vezes quando o então prefeito, conhecido por Marquinhos Maraial, foi afastado também por improbidade administrativa.