Ceclin
ago 18, 2016 0 Comentário


Câmara adia projeto de reajuste de salário dos professores de Gravatá

Sob clima de tensão, o presidente da câmara, Pedro Martiniano, condiziu os trabalhos da Câmara Municipal (Foto: Rafael Souza)

Sob clima de tensão, o presidente da Câmara, Pedro Martiniano, conduziu a sessão legislativa (Foto: Rafael Souza).

Mais uma vez foi adiado o Projeto de Lei que reajusta o salário dos professores da rede municipal de ensino de Gravatá. Segundo o SIPROG, o reajuste previsto pelo Governo Federal é de até 11,36%, no entanto a intervenção municipal propôs, mediante a crise um reajuste de 0,69%. A categoria conversou com o pleno da Câmara, que por unanimidade apresentaram e aprovaram emenda que mantinha o reajuste a nível federal. A proposta foi encaminhada para o Palácio Joaquim Didier e foi vetada pelo interventor Mário Cavalcanti.

Após algumas semanas aguardando a apreciação da matéria, os parlamentares decidiram se reunir com os professores e analisar profundamente os papéis na próxima quinta-feira (18).

Gravatá Notícias