Ceclin
nov 19, 2015 0 Comentário


Café Universitário conclui que Vitória surge como um novo mercado profissional

Wanessa Lima lembrou que "Crise" não é novidade para o cidadão. Fotos: Pedro Silva / A Voz da Vitória

Wannessa Lima lembrou que “Crise” não é novidade para o cidadão. Fotos: Pedro Silva / A Voz da Vitória

Com a 1ª Edição do Café Universitário, foi analisado o atual momento de incerteza vivenciado no mercado de trabalho em razão das oscilações econômicas e políticas, na noite dessa quarta-feira (18/11), no auditório da INESP (antiga Escola Miguel Arraes), por trás do Bradesco da Vitória de Santo Antão, Zona da Mata. O evento abordou os desafios de carreira para uma trajetória de sucesso, bem como fez um debate acerca das oportunidades de crescimento profissional, sobretudo no atual mercado regional.

A iniciativa deste encontro partiu dos jovens vitorienses Igor Ferraz, Elias Martins Filho e Emanoela Maciel, e foi referendada no cronograma de atividades da Semana Global de Empreendedorismo, maior movimento de empreendedorismo do Mundo, prestigiado por alguns empresários e executivos vitorienses, a exemplo do Gerente de Conta Pessoal do Santander, Jorge Guerra. Especificamente, o contexto profissional que envolve os departamentos de Recursos Humanos (RH) das empresas ganhou notoriedade nesta noite, pelo fato do RH deter cada vez mais poder estratégico dentro das organizações, na medida em que procura agregar profissionais cada vez mais capacitados e que gerem resultados às empresas, desafiando as organizações. Para tratar a respeito, Bruno Caribé (Coordenador de RH da BRF S.A.) e Rômulo Soares (Gerente Comercial da PITÚ), destacaram suas experiências de vida e forneceram dicas para quem se encontra no início de sua carreira profissional. Ao público presente, na sua maioria recém-formada no ensino superior, foi abordado o mercado de trabalho, desafios e oportunidades diante de quem busca sua realização profissional. “Considero a rotatividade do trabalhador uma penalidade na carreira profissional. Um funcionário que passa um pequeno período em várias empresas traz um péssimo indicador”, criticou Bruno Caribé.

Antes, por sua vez, contou-se com a palestra da Coach de Líderes, empresária e fundadora da Oficina do Comportamento – Wannessa Lima, uma vitoriense que hoje faz palestra por todo o País discutindo a Competência Profissional. Com uma palestra rica de dicas e com um novo olhar sobre as percepções do cotidiano humano, Wannessa considerou que todo profissional deve tomar um “C.H.A.” em sua vida, na medida em que o “Conhecimento”, “Habilidade” e “Atitude” se inter-relacionam no sucesso de quem busca um lugar neste concorrido mercado.

anigifCafe Universitario

Para Rômulo Soares, o profissional não deve temer os obstáculos do mundo real quando acaba de se formar na academia. “O profissional tem o desafio de se adaptar ao mercado, tendo em vista que a teoria versus a prática se conflituam na vida real”, assinalou.

Todo o encontro foi moderado por Lissandro Nascimento, editor do Blog A Voz da Vitória, quando tanto Rômulo quanto Caribé atestaram na parte final do evento que Vitória de Santo Antão se consolida como importante polo comercial, industrial e acadêmico, o que a torna uma cidade atraente para várias categorias profissionais, porém consideraram que o Município precisa de um “choque de gestão”.

page cafe universitario“Vitória é uma cidade rica, com poder econômico formidável, porém precisa de gestão pública mais antenada com as soluções dos seus problemas urbanos”, sentenciou o gestor da multinacional BRF. Por sua vez, o gerente da Pitú concordou com seu colega. “Os gestores vitorienses estão há décadas no Poder do Município, porém não se anteciparam a este momento industrial, diante do fato de não procurarem capacitar à mão de obra local e nem assegurarem uma infraestrutura hoteleira, gastronômica e nem se preocuparem com a mobilidade urbana vitoriense”, avaliou Rômulo.

Com o encerramento desta primeira edição, haverá em data a ser comunicada a todos os participantes, a realização de um Workshop de Planejamento de Carreira com Paulo Carvalho, Coach de Carreira e Diretor de Jovens Talentos da ABRH-PE.  Igor Ferraz adianta que outras iniciativas semelhantes serão realizadas e externou no vídeo abaixo as próximas atividades.