Ceclin
out 08, 2011 0 Comentário


Cabo de Santo Agostinho: Médicos realizam paralisação geral no dia 13

Blog do Jamildo

Por falta de resposta oficial da Prefeitura às reivindicações da Campanha Salarial, os médicos vinculados à rede municipal saúde do Cabo de Santo Agostinho aprovaram por unanimidade, uma paralisação geral dos serviços eletivos (ESF’s e Ambulatórios) no próximo dia 13, (quinta-feira), com atendimento exclusivo dos plantões para casos de urgência e emergência nas 12 horas diurnas e pela manutenção da pauta original.

A decisão de parar as ações foi tomada em assembleia geral na noite desta quinta-feira (6) no auditório do Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe ), no bairro da Boa Vista/Recife. No começo da reunião, os diretores do Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe),– Fernando Cabral e Adilson Morato – fizeram uma avaliação do movimento, das tentativas de negociação ainda sem sucesso com os representantes da Prefeitura. De acordo com Fernando Cabral, os problemas se acumulam no dia a dia nas unidades de saúde e, especialmente, do Programa de Estratégia de Saúde da Família por falta de interesse e vontade política dos gestores municipais. “Os médicos lutam por melhores condições de trabalho, valorização profissional e salários decentes. Infelizmente, a Prefeitura trata a situação dos profissionais com desinteresse”, ressaltou.

Os médicos reivindicam a criação do Plano de Cargos, Carreiras, e Vencimentos (PCCV), a Lei de Produtividade, o reajuste salarial tendo como base o piso FENAM R$ 9.688,00), Concurso Público, melhorias de segurança e das estruturas das unidades de saúde (policlínicas, hospitais e postos de saúde), e o cumprimento do Termo de Compromisso firmado com a Prefeitura em 2009, além da pauta da campanha salarial deste ano.