Ceclin
fev 24, 2014 0 Comentário


Bloco das Virgens anima os foliões na prévia do Carnaval de Vitória‏

Vânia América teve que parar de cantar várias vezes por conta da falta de estrutura durante o desfile

O tradicional desfile em sua 31ª edição tomou as ruas de Vitória neste sábado e contou mais uma vez com a apresentação da cantora Vânia América

O Bloco das Virgens de Vitória de Santo Antão completa 31 anos de criatividade, irreverência e tradição. O evento do último Sábado (22), partiu da Praça do Livramento e seguiu até o Pátio de Eventos, conforme o novo percurso definido pelo Poder Público. Quem ficou responsável pela animação dos foliões foi a cantora Vânia América.

Cerca de 20 mil pessoas acompanharam as irreverentes “virgens” de Vitória. As virgens mais belas do desfile contaram com premiações do 1º ao 3º lugar.

PERCURSO

Grande parte das pessoas contactadas pelo Blog A Voz da Vitória durante o desfile desaprovaram o novo percurso para os Blocos de Trios Elétricos. Além disso, mais uma vez a Prefeitura da Vitória de Santo Antão não se organizou para a festa, pois era notório a escuridão nas ruas e sobretudo na Rua Rui Barbosa, no Centro. A multidão reclamou e vaiou dois grandes intervalos em que o trio elétrico parou nas proximidades do hospital. Há uma determinação do som parar nestes casos, contudo a distância do trio para o hospital era imensa, ou seja, a passagem do desfile em toda a extensão da Rua Melo Verçosa parecia procissão. Virou uma rua morta para o Carnaval! Valendo frisar que os trios elétricos sempre respeitaram em outras edições quando da passagem defronte à hospitais.

Brigas e consumo de entorpecentes eram vistos em pontos escuros do percurso. Não se via ainda um aparato médico suficiente para aquela multidão, somado ao fato das correntes usadas para a interdição das vias serem ineficazes para socorro e ou fuga da multidão. Moradores do trajeto ficaram impedidos de guardar seus veículos em casa, pois a Prefeitura não havia disponibilizado os adesivos de permissão de passagem, foram registrados muito “bate boca” entre moradores e guardas dos pontos interditados.

Desabafando no Facebook de nossa página, o leitor Leonardo Freitas resumiu o sentimento geral: “Faltou mais organização na mobilidade! Entrei anteontem na cidade de Vitória e quase não saia mais, total falta de respeito com o cidadão, ruas interditadas, ninguém para dar informação, e o cidadão que paga seus impostos tem seus direitos negado. LAMENTÁVEL!”.

A ausência de banheiros químicos era gritante. Apesar da forte presença da Polícia Militar, podia-se notar a insegurança quando o desfile passava em ruas estreitas. De pronto, provou-se que o desfile das Virgens requer atenção do Poder Público como um todo. Não se pode permitir que um evento de grande porte como este seja pormenorizado. Além destes impactos, a ausência de gerenciamento dos problemas estruturais foi notadamente percebida.

Os fios elétricos e os semáforos não foram devidamente isolados para a passagem dos trios. Sem contar os carrinhos de mão com vendas de bebidas que atrapalhavam de palmo a palmo a passagem dos foliões. Finalizando, propaganda eleitoral extemporânea foi registrada quando todos os cordeiros estavam uniformizados com o nome de um pretenso candidato a deputado estadual.