Ceclin
fev 21, 2013 3 Comentários


Bebê desaparecido é encontrado e mulher é presa pela Polícia

Prisão ocorreu em Timbaúba, na Zona da Mata

Final feliz no caso do bebê que foi raptado no último sábado (16) na cidade de Chã de Alegria, na Zona da Mata Norte de Pernambuco. A menina com 18 dias de vida foi levada por uma amiga da família que tinha dado banho na criança e teria se aproveitado da ausência do pai para sumir com a recém-nascida. A suspeita, identificada apenas como Ângela, foi presa em flagrante na noite desta quarta-feira (20), na casa onde mora, no município de Timbaúba, também na Zona da Mata Norte do Estado, localizado a 92 quilômetros do Recife.

A menina nasceu no Instituto de Medicina Integral Fernando Figueira (IMIP), onde ela e a mãe receberam uma visita da suspeita, segundo informações de familiares. Na última sexta-feira, Ângela chegou a dormir na casa da família, em Chã de Alegria, e depois se aproveitou que o pai do bebê saiu de casa para trancar a mãe da menina, Elicleide Araújo, que tem problemas mentais, no banheiro. Ângela pegou a criança, algumas roupas e fugiu.

Esta semana, a polícia chegou a divulgar um retrato falado da mulher, que foi presa por policiais civis e levada para a Delegacia de Timbaúba. Ela deve ser apresentada nesta quinta-feira (21) e encaminhada para a Colônia Penal Feminina, no bairro do Engenho do Meio, na Zona Oeste do Recife.

Entenda o caso

Na manhã do dia 16 de fevereiro, a suspeita estava dando banho na criança recém-nascida quando foi embora levando-a, junto com uma bolsa de roupas da bebê. A mãe da menina, Elicleide Araújo, que tem problemas mentais, ficou trancada no quintal, na Rua Barbosa Lima. A criança nasceu no Imip, no Recife.

A avó do bebê disse que não via a mulher há seis anos e a reencontrou no hospital. Ela havia feito visitas no Imip e dormido na casa da família da sexta para o sábado.

(Com informações da FolhaPE / G1PE)