Ceclin
Maio 22, 2014 0 Comentário


Barreiros registra três homicídios em 24h

(Mototaxista e casal foram as últimas vítimas / Foto: Barreiros da Gente).

Folha PE

Aumento na criminalidade é confirmado pelo delegado do município, que ainda afirma que sofre com número reduzido de pessoal

Na última segunda-feira mais um homicídio foi registrado no município de Barreiros, Mata Sul do Estado. O assassinato aconteceu na entrada do Engenho Alegre, nas margens da rodovia PE-60. Roberto José da Silva, de 33 anos, era mototaxista e residia no bairro do Gorete. A vítima estava em uma moto no momento em que recebeu um tiro na cabeça, que o levou à morte. A Polícia Civil de Barreiros já começou as investigações, mas, até o momento, a causa do crime é desconhecida.

Esse foi o terceiro homicídio na cidade em menos de 24h. No último Domingo (18), no bairro de Rio Uma, o casal Ana Paula Pinheiro de Lima, de 27 anos, grávida de cinco meses, e Antônio Félix da Rocha Neto, de 28, foi morto dentro de casa a tiros enquanto dormia. O crime foi presenciado pelo filho de três anos de Ana Paula. De acordo com o Delegado Alexandre Teófilo, responsável pelas investigações, o crime ainda não foi elucidado, mas já existem alguns suspeitos. Além disso, Teófilo acredita que a causa da morte seria por motivo passional.

Desde a enchente que devastou parte do município de Barreiros, em 2010, a cidade se reergueu e apresenta crescimento demográfico alto. Em todo o ano de 2013 a Delegacia de Polícia do município, comandada pelo delegado Alexandre, registrou 22 homicídios. Já nos cinco primeiros meses de 2014, 14 homicídios foram catalogados pelas autoridades. Crescimento que, de acordo com o delegado, se deu por conta do tráfico de drogas que é muito intenso na localidade. “A briga pelas bocas de fumo acaba resultando no aumento do número de crimes na cidade”, informou Alexandre Teófilo, que diz que desde o começo do ano a situação só piora.

Para completar o panorama da criminalidade no município da Mata Sul, o efetivo da cidade teve uma baixa de cinco policiais civis desde 2013, até agora sem reposição, ainda de acordo com Alexandre. São cinco agentes, dois escrivães e um delegado que estão responsáveis por tudo que acontece na cidade, “O Comando Regional às vezes envia uma equipe até a cidade para auxiliar”, afirma o delegado, que informou que na última terça-feira (20) a equipe da regional esteve em Barreiros. E concluiu “O efetivo não consegue dar conta da demanda, mas estamos nos desdobrando”.

Os moradores da cidade estão apreensivos com o aumento da criminalidade e, segundo informações extraídas de resultados de Boletins Ocorrência da Polícia Militar, Barreiros é considerado um dos municípios mais violentos do Litoral Sul de Pernambuco.